Motoboys viram alvo de bandidos

Augusto Aguiar –

Uma preocupação a mais das polícias Civil e Militar em Niterói, que trabalham para identificar e prender os bandidos que estão promovendo roubos a transeuntes e estabelecimentos comerciais, sobretudo a bares e lanchonetes da Zona Sul da cidade, passou a ser um estilo diferente de assalto. Um alerta já está sendo postado nas redes sociais e levando administradores de condomínios a se prevenirem de criminosos que se aproveitam do serviço de delivery para atacar. O tipo de crime consiste no ataque a motoboys, que estão a serviço de redes de lanchonetes, restaurantes e farmácias, entre outros, e que fazem entregas em domicílio.

Em alguns condomínios residenciais, situados na Zona Sul, já afixaram avisos de alerta aos condôminos sobre o perigo e os riscos que envolvem esse novo tipo de ataque de criminosos. Segundo esses informes, há risco de ladrões renderem motoboys que fazem entregas, e de posse das motocicletas (geralmente adesivadas e com logomarca dos estabelecimentos) se dirigem aos endereços das entregas para praticarem a “sequência” do delito, havendo assim a possibilidade, além do roubo do veículo (motocicleta), a invasão e risco de ataques na chegada aos prédios ou casas, locais de entrega. “É muito perigoso isso. Não podemos nem mais solicitar uma entrega em domicílio. Quando falaram que as pessoas estavam virando reféns dentro da própria casa eu não acreditei, mas agora tenho que admitir que está faltando muito pouco pra isso”, afirmou o morador de um condomínio, no bairro de Icaraí.

Através de avisos, síndicos de prédios estão pedindo aos moradores que tenham cuidado ao solicitarem o serviço de entrega, lembrando que os condôminos peçam a identificação dos entregadores que estarão transportando os produtos e que se apresentarão no prédio. Essa informação precisa ser repassada na portaria do prédio que o motoboy realizará a entrega. Num dos condomínios residenciais, situado na Rua Álvares de Azevedo, em Icaraí, um desses avisos de alerta foi afixado, solicitando a atenção dos moradores.

Na chegada do entregador de pizza criminosos atacaram a game house
Na madrugada da última terça-feira (10), a chegada de um entregador de pizza funcionou como uma espécie de “senha” para que uma quadrilha invadisse uma game house, situada em Camboinhas, na Região Oceânica, e rendesse cerca de 20 pessoas para roubar diversos pertences de praticantes de “e-sport”. Houve perseguição e confronto, que resultou em três presos (sendo um baleado). Uma pessoa foi feita refém, mas conseguiu ser libertada sem ferimentos. Pelo que foi apurado pela polícia, bandidos estariam aguardando num carro, nas imediações da residência e quando um motoboy (que não tinha envolvimento com a quadrilha) chegou para entregar pizzas, solicitadas pelas vítimas, o bando armado se aproveitou da oportunidade e invadiu a casa. Foram presos: Leandro da Silva Barbosa, de 33 anos (com anotações anteriores por roubo), Lucas Silva Souza, de 49 anos, e Carlos Alberto Costa Garcia, de 32 anos. Além dos acusados, um carro usado pelo bando (e pertencente a um deles) foi apreendido pela polícia. Um dos bandidos conseguiu furar o cerco e fugir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + nove =