Mostra Giramundo na Sala Carlos Couto

A Sala Carlos Couto abre a exposição “Mundo Giramundo”, com seus famosos bonecos, amanhã (16), às 16h. Na ocasião, haverá a apresentação do espetáculo “A Cabana”, projeto que une literatura, música e contação de histórias. A entrada para todas as atividades é gratuita. Com curadoria de Beatriz Apocalypse, a mostra traz, pela primeira vez em Niterói, parte do importante acervo do Giramundo, grupo de teatro de bonecos mais reconhecido do país.

Compõem a exposição 56 bonecos, que contam suas historias, como “A bela Adormecida”, “Orixá”, “Pinocchio”, “O Guarani”, entre outros. A mostra pode ser visitada até o dia 31 de julho de 2018. Detentor do maior acervo de bonecos da América Latina, o Giramundo foi fundado em 1970, pelos artistas plásticos Álvaro Apocalypse, Tereza Veloso e Madu. Desde sua criação, o grupo já montou 34 espetáculos teatrais, construindo acervo próximo de 1500 bonecos e objetos de cena. Suas montagens experimentam a figura da marionete em múltiplas formas, de bonecos manipulados por fios a mamulengos (fantoches de luva), passando por bonecos de vara, bunraku (bonecos manipulados por três atores e mochila) e adaptações próprias, como bonecos sentados, uso de máscaras e teatro de sombras, criando um variado panorama técnico e expressivo desse tipo de teatro. Algumas de suas marionetes, inclusive, ficaram nacionalmente conhecidas pela participação na minissérie “Hoje é dia de Maria” e estão na abertura da novela Pega Pega (TV Globo).

Hoje, o Giramundo se transformou. A ideia de grupo de teatro, que orientou suas atividades durante décadas, cedeu espaço para um núcleo multimídia, experimentador de uma cena de animação, onde convivem bonecos reais e suas versões digitais. Essa mistura do teatro de bonecos, vídeo, animação, música, dança e artes plásticas parece ser o território do Giramundo do século XXI.

O músico Renato Badeco dá vida aos personagens e aventuras dos livros através de sonoplastias, instrumentos e ritmos, que vão despertar a musicalização infantil e a curiosidade. Ao fim da apresentação, a autora autografa seus livros, todos de histórias contadas dentro da Cabana.

A visitação poderá ser feita até 31 de julho, de terça a sexta, das 10h às 18h e aos sabádos e domingos, das 15h às 18h. A Sala Carlos Couto (anexa ao Teatro Municipal de Niterói) fica na Rua XV de Novembro, 35 no Centro. Mais informações pelo telefone (21) 2620-1624.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 6 =