Mortes de Hello Kitty e Vinte Anos deixam ‘lacuna’ na hierarquia do tráfico

As mortes dos traficantes Rayane Nazareth Cardoso da Silveira, a Hello Kitty, e Alessandro Luiz Vieira de Moura, o Vinte Anos, deixou uma “lacuna de poder” na hierarquia do tráfico na região da Nova Grécia, que fica no bairro de Tribobó, em São Gonçalo. Os criminosos, segundo investigações das forças de segurança, gerenciavam toda a atividade da organização criminosa naquela localidade.

De acordo com apuração feita pela Polícia Civil, até o dia de suas mortes, Hello Kitty e Vinte anos ainda exerciam domínio sobre aquela região, embora estivessem abrigados no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo. O refúgio foi cortesia de um aliado recente, Antônio Ilário Ferreira, o Rabicó, “cérebro” da facção criminosa Comando Vermelho (CV), em comunidades de São Gonçalo.

Vinte Anos e seus comparsas eram ligados à facção Amigos dos Amigos (ADA). No entanto, com o enfraquecimento desta última, diante do avanço de outro grupo, o Terceiro Comando Puro (TCP), decidiram se aliar aos “vermelhos” em troca de apoio e proteção. A aliança teria sido feita ao longo do ano de 2019. Após irem para o lado de Rabicó, Hello Kitty se tornou “soldado de confiança” do líder do CV na cidade.

Mesmo com a morte das duas lideranças, o combate à criminalidade está longe do fim. O próximo passo das Polícias Militar e Civil é descobrir quem será o novo “homem de confiança” de Rabicó na região da Nova Grécia. Consultadas, fontes ligadas às duas corporações afirmam ainda não ter conhecimento sobre quem está à frente da organização criminosa na região, mas investigações já foram iniciadas com este fim.

Hello Kitty era uma das criminosas mais procuradas do Rio – Foto: Reprodução

Luto e lamentações

Enquanto isso, perfis nas redes sociais ligados ao Comando Vermelho e Rabicó seguem lamentando as mortes de Vinte Anos e Hello Kitty. Após a operação policial, realizada na última sexta-feira, um luto forçado foi imposto aos comerciantes da região, que tiveram de fechar as postar sob pena de represálias. “Tudo fechado, três dias de luto pelo triste falecimento dos amigos”, afirmou um dos perfis.

Os criminosos ainda fazem um desafio ás forças de segurança e ao Estado, a quem chamam de “opressor”. “Esse ano está sendo só de percas e percas (sic), vidas e mais vidas. Complexo do Salgueiro se encontra de luto pelas vidas de nossos guerreiros de todas as áreas que vieram a falecer covardemente na mão do estado opressor”, complementam.

Recordando

Operação policial, realizada na manhã de sexta-feira (16), em comunidades do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, acordou moradores da região ao som de tiros. A Polícia Civil confirmou que os traficantes Rayane Nazareth Cardoso da Silveira, a Hello Kitty, e Alessandro Luiz Vieira de Moura, o Vinte Anos, morreram em confronto com PMs do 7º BPM (São Gonçalo). Eles estavam entre os criminosos mais procurados da região, com R$  1 mil de recompensa para quem fornecesse informações sobre cada um deles.

Os corpos foram enterrados na tarde de sábado (17) no Memorial Parque Nictheroy, em São Gonçalo. Uma queima de fogos que durou pouco mais de um minuto marcou o momento da despedida que teve a presença de familiares e amigos. Eles se juntam a “caciques” do tráfico de São Gonçalo mortos nos últimos anos, como Schumaker Antonácio do Rosário, o Piloto, e Thomas Jayson Gomes Vieira, o 3N, que gerenciavam o tráfico no Jardim Catarina e Salgueiro, respectivamente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.