Morte de Ayrton Senna completa 26 anos com homenagem

A morte do piloto de Fórmula 1, Ayrton Senna, completou 26 anos nesta sexta-feira (1º).

Emocionada com a data, Adriane Galisteu, fez questão de prestar uma homenagem para o ex-namorado, que morreu após sofrer um acidente faltal na disputa pelo Grande Prêmio de San Marino, em Ímola, na Itália, no ano de 1994.

A modelo compartilhou uma postagem no qual surge ao lado de Senna em uma competição e expressou seus sentimentos usando uma frase famosa dita pelo piloto.

“Há um desejo em mim de sempre melhorar… Melhorar é o que me faz feliz! Ayrton Senna”, escreveu ela na legenda do post. Ela estava namorando há um ano e meio quando Senna faleceu.

A MORTE

A morte do tri campeão Ayrton Senna (1988, 1990 e 1991) ocorreu em 1º de maio de 1994, como resultado de uma colisão entre o carro do piloto brasileiro Ayrton Senna e uma barreira de concreto, enquanto participava do Grande Prêmio de San Marino, no Autódromo Enzo e Dino Ferrari, em Ímola, na Itália. No dia anterior, Roland Ratzenberger (Simtek) morreu quando seu carro bateu durante a qualificação para a corrida. Seu acidente e o de Senna foram os piores entre os vários acidentes ocorridos naquele fim de semana e foram os primeiros acidentes fatais ocorridos em uma corrida oficial de Fórmula 1 em 12 anos. Eles se tornaram um divisor de águas na segurança do esporte, o que levou a implementação de novas medidas de segurança e reformulação da Grand Prix Drivers’ Association.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + dezenove =