Bangu desmente rumores sobre a morte do ponta-direita Marinho

A Assessoria de Comunicação do Bangu desmentiu, na tarde dessa segunda-feira (04) os rumores sobre o suposto falecimento do ponta-direita Mário José dos Reis Emiliano, o Marinho, considerado um dos maiores craques do futebol brasileiro em sua posição.

Marinho atuou além do Bangu, pelo Atlético Mineiro, onde começou sua carreira, pelo Botafogo, além da Seleção Brasileira. Com 62 anos de idade ele segue internado num hospital público de Belo Horizonte, onde segue em tratamento de complicações no aparelho digestivo. “O Marinho está vivo e os rumores sobre a morte dele não procedem. Estamos monitorando as informações de saúde do ex-jogador diretamente com sua família. Marinho segue internado e entubado no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) de um hospital em Belo Horizonte”, informou a comunicação do clube da Zona Oeste do Rio. 

Dono de extrema habilidade, Marinho foi ídolo por onde passou, surgindo no Atlético Mineiro, em 1976, mesmo ano que disputou a Olimpíada de Montreal. No Bangu, atingiu o auge da carreira, ao ser eleito o melhor jogador do Campeonato Brasileiro de 1985, onde o time da Zona Oeste do Rio perdeu a final a final da competição para o Coritiba. Ele foi convocado para a Seleção Brasileira pelo então técnico Telê Santana, além de também ter sido vice-campeão carioca. 

Em 1988 e 1989, Marinho teve passagem pelo Botafogo e foi bicampeão carioca, mas sua carreira entrou em declínio por conta de inúmeros problemas pessoais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *