Morre mãe do monsenhor Elídio Robaina, aos 107 anos

Anderson Carvalho –

A dona de casa Maria Rosa Robaina, aos 107 anos, moradora do bairro de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, mãe de monsenhor Elídio Robaina, da Capela São Lucas, em Niterói, faleceu neste domingo. Ela estava internada há três meses no Hospital da Aeronáutica, no Rio, devido a um AVC. O corpo é velado na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, na Praça Dom Romualdo, 11, em Santa Cruz. O sepultamento está marcado para às 16h, no Cemitério de Santa Cruz. Ela além de monsenhor Elídio, ela teve outros sete filhos.

Maria Rosa foi criada na localidade de Santo Eduardo, distrito de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, em meio à roça. Ela passava o tempo lendo, rezando e conversando com as vizinhas. Costumava acompanhar as atividades religiosas de Monsenhor Elídio, hoje, com 87 anos e pároco na Capela de São Lucas, em Icaraí.

Apesar de abalado, o sacerdote celebrou três batizados e duas missas no domingo, incluindo duas em intenções pela alma de sua mãe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 1 =