Morre advogado Herval Basilio, decano da Defensoria Pública do Rio

Morreu na tarde desta quinta-feira (26) o decano da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro o advogado Herval Basilio, aos 91 anos, no Hospital Niterói D’Or. Ele faria 92 anos no próximo dia 24 de dezembro. Era admirado por colegas de profissão e estudantes de Direito, que lotavam o plenário dos tribunais em que atuava.

Herval era reconhecido por todos como um primoroso orador nos júris e dono de uma inteligência rara. Suas atuações como advogado do povo ou criminalista contratado por algum acusado ou vítima eram bastante disputadas.

O decano ocupou o cargo de secretário de Segurança no governo Badger Silveira. Também foi procurador geral da Prefeitura de Niterói, presidente da Imprensa Oficial, conselheiro da OAB e membro e orador oficial do Instituto dos Advogados Brasileiros.

Em 1954, foi nomeado pelo governador Amaral Peixoto para o então novo cargo de defensor público, criado na estrutura administrativa da Procuradoria-Geral de Justiça. Com ele, foram nomeados também à época José de Carvalho Leomil, Messias de Moraes Teixeira, Alcy Amorim da Cruz, Nelson Joaquim da Silva e Antônio Carlos Nunes Martins.

Herval Basilio era considerado diferenciado por seus pares, tanto pela grande cultura jurídica como pela elegância, humildade e simpatia. O advogado deixa três filhos (Herval, economista e empresário; Marcus, desembargador do TJ; e Luiz Henrique, auditor da Receita Federal) e sete netos e sete bisnetos. O enterro acontecerá no Parque da Colina, mas a família ainda não divulgou o horário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + dez =