Moradores de Marambaia sofrem com descaso

Raquel Morais

Moradores da Estrada Velha de Marambaia, em São Gonçalo, enfrentam problemas graves no dia a dia com relação a falta de estrutura do bairro Marambaia. A via, que tem um trecho pertencente à Itaboraí, coleciona muitos problemas como a falta de pavimentação, falta de saneamento básico e irregularidade no recolhimento de lixo.

Ao longo da via muitos trechos são usados como despejo de lixo, mas a falta de coleta está atrapalhando os moradores. O lixo acumulado atrai ratos, gambás, cachorros e muita mosca. Além disso a iluminação também é precária e a noite a rua se torna perigosa, por falta de luz. Além disso a via não é pavimentada e é de barro. Quando chove a situação se agrava pois se formam valas de lama que dificulta a passagem de veículos.

Não bastasse a falta de pavimentação e o lixo acumulado, quem mora na Estrada Velha de Marambaia também tem que lidar com problemas de saneamento básico.

“O esgoto foi feito pelos moradores mais antigos que se juntaram, compraram e cavaram para por manilhas. As valas negras escorrem pela rua. O cheiro é forte em dia de sol. Estamos precisando de ajuda”, lamentou a dona de casa Rita Rosa, 53 anos.

A Prefeitura de São Gonçalo informou que a Secretaria de Desenvolvimento Urbano irá adicionar o endereço ao cronograma de obras. Em relação à limpeza urbana, a coleta é realizada regularmente. O setor vai verificar a denúncia. A prefeitura de Itaboraí foi questionada sobre esse assunto mas não se manifestou até o fechamento dessa edição. Já a Cedae informou que vai verificar a possibilidade de implantar rede de coleta de esgotos no local. Vale lembrar que a companhia orienta que a construção de qualquer imóvel seja precedida de consulta à Cedae para emissão de Declaração de Possibilidade de Esgotamento Sanitário (DPE), documento que atesta a possibilidade de conexão às redes de esgoto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 16 =