Moradores da RJ-114, em Itaboraí, denunciam onda de roubos

Antes sinônimo de tranquilidade, a região de Pachecos, em Itaboraí, que fica às margens da Rodovia RJ-114, que liga a cidade a Maricá, se tornou motivo de medo para quem mora ou trabalha na região. Nas últimas semanas, assaltos pela localidade se tornaram constantes.

De acordo com moradores, os bandidos invadem os imóveis na tentativa de levar dinheiro e itens de valor. Foi o que aconteceu com o funcionário público Leonardo Brandão, de 46 anos, na última sexta-feira (15). Ele relata que, assustado, deixou o sítio onde vivia e se mudou com a família para Niterói.

“Sexta-feira fui rendido dentro de casa, colocaram arma na minha cabeça, estava com meus dois flhos dentro de casa que foram trancados no quarto enquanto os bandidos reviraram a casa. Graças a Deus não fizeram violência física, apenas o trauma. Resolvi voltar a morar em Niterói por conta disso”, relatou.

Leonardo relata sobre como era a região antes da onda de assaltos começar a assolar moradores e comerciantes. Ele lembra que a localidade era pacata, muito usada aos finais de semana por aqueles que queriam fugir do corre-corre das cidades e passar alguns dias numa região mais silenciosa. A região passou a ser mais habitada com a expectativa para a construção do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (COMPERJ).

“Sou de Niterói e fui morar lá ano passado, divisa entre Maricá e Itaboraí, que chamavam de ‘Estrada do Petróleo’. Ela está cheia de condomínios, principalmente para o lado de Maricá e tenho um sítio lá. Era um lugar tranquilo, onde ficava durante o final de semana”, recordou.

É importante ressaltar que o caso não foi isolado. De acordo com ele, nessa terça-feira (19), uma comerciante da região também foi alvo dos criminosos. Pelas redes sociais, outros moradores também têm denunciado os casos. De acordo com eles, o patrulhamento pela rodovia é insuficiente e a má iluminação amplia a capacidade de os bandidos se esconderem e fugirem.

Moradores reclamam de DPO subutilizado – Imagens: Colaboração/Leonardo Brandão

“Uma das comerciantes da região, que fica em Pachecos, foi assaltada dentro de casa. Isso vem acontecendo muito. Um lugar que era de paz, tranquilo, pacato, virou uma terra sem lei. A situação está muito ruim, desesperadora. Lá tem um DPO que está praticamente desativado”, completou Leonardo.

Segundo a PM, na ocorrência de terça, os bandidos saíram em fuga pela RJ-114, em direção a Venda das Pedras, após cometer o roubo. O veículo foi localizado e na tentativa de abordagem, desobedeceu à ordem de parada, seguindo pela BR-101. Com o cerco feito pelos policiais militares, o motorista entrou na Rua Alameda Um, em Duques, colidindo com o muro de uma residência. O bandido fugiu, deixando no veículo um revólver calibre 38, munições e um aparelho de armazenamento digital. O automóvel usado na fuga e o material encontrado em seu interior foram apreendidos.  A ocorrência foi registrada na 71ª DP.

O que dizem as autoridades

A delegada Norma Lacerda, titular da 71ª DP (Itaboraí), onde as ocorrências foram registradas, informou que a equipe da distrital já está mobilizada a fim de identificar e prender os criminosos. “Estamos apurando os roubos. Estou com os policiais empenhados na identificação dos roubadores”, explicou a delegada.

A Polícia Militar informou que o policiamento ostensivo na região vem sendo intensificado pelo comando do 35ºBPM (Itaboraí), e conta também com apoio de equipes do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), que atuam na área da rodovia RJ-114, efetuando abordagens nos trechos de maior complexidade.

A reportagem também procurou o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e questionou se o órgão irá realizar ações de manutenção visando ampliar a iluminação nas rodovias. Até o fechamento desta edição, não havia sido encaminhada resposta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 13 =