Moradora morre baleada durante operação policial

Uma mulher, identificada como Gabriele Ferreira da Cunha, de 41 anos, morreu após ser baleada durante operação policial na comunidade da Vila Cruzeiro, Zona Norte do Rio de Janeiro, na manhã desta terça-feira (24). Policiais militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Federal (PF) atuam na localidade.

De acordo com informações da PM, Gabriele estava na entrada da localidade da Chatuba, ao lado da Vila Cruzeiro, quando foi atingida por uma bala perdida e não resistiu. A vítima era moradora da região. A Polícia Militar também afirmou que outras 11 pessoas, que seriam criminosos, também foram mortos durante a operação.

Ainda segundo a corporação, a ação tem por objetivo localizar e prender lideranças criminosas que estão escondidas na comunidade, inclusive criminosos oriundos de outros Estados do país (Alagoas, Bahia, Pará entre outros).

As equipes do BOPE e da PRF estavam se preparando para iniciar a incursão quando criminosos começaram a fazer disparos de arma de fogo na parte alta da comunidade. “Uma pessoa foi ferida na Chatuba, uma comunidade fora da área da operação, e veio a óbito no local. A área foi isolada por uma equipe da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) para perícia da Delegacia de Homicídios da Capital”, informou a PM.

Durante a ação, incluindo em área de mata, ocorreu confronto. Após cessarem os disparos, 11 criminosos foram localizados feridos e houve apreensão de sete fuzis e quatro pistolas. O socorro destes feridos foi feito no Hospital Estadual Getúlio Vargas. Na localidade conhecida como Vacaria, 16 veículos (dez motocicletas e seis carros) usados por criminosos em fuga foram apreendidos.

Material apreendido na operação

O Hospital Estadual Getúlio Vargas para onde os feridos foram encaminhados se pronunciou em nota:

“A Direção do Hospital Estadual Getúlio Vargas (HEGV) informa que, até o momento, 12 pessoas, vítimas de perfuração por arma de fogo (PAF), foram encaminhadas à unidade na manhã desta terça-feira (24.05).

Dez (10) óbitos foram constatados na emergência.

Duas (02) vítimas estão em atendimento no setor de trauma: Kleber do Prado e Edson Ferreira da Costa.

Não há registro de entrada de paciente com o nome Gabriela Ferreira da Cunha.

Dr. Paulo Ricardo Lopes da Costa
Diretor Geral do Complexo Estadual de Saúde da Penha”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.