Monopólio e falta de transparência aumentam as dúvidas da população

Camilla Galeano / Raquel Morais

Um mês após o início da imunização em todo o país, muitas pessoas ainda seguem sem saber quando serão vacinadas. A vacinação avança lentamente e os municípios enfrentam dificuldades para montar seus calendários. Tudo porque o principal limitador para vacinação é justamente a garantia da chegada dessas doses e a quantidade que será recebida. Além disso, as pessoas encontram dificuldades para achar informações sobre a vacinação, já que alguns municípios não atualizam os dados.

A Tribuna procurou as prefeituras de Niterói, São Gonçalo, Maricá, Itaboraí, Rio Bonito, Araruama, São Pedro da Aldeia, Iguaba Grande, Búzios, Arraial do Cabo e Cabo Frio com o intuito de esclarecer as dúvidas dos leitores. Das 11 administrações procuradas pela reportagem, somente a de Araruama, Niterói e Itaboraí retornaram os questionamentos até o fechamento dessa matéria. Os dados coletados foram acessados nos sites e redes sociais das administrações municipais, já que nossas dúvidas não foram respondidas por alguns municípios.

Alguns questionamentos não foram esclarecidos através da pesquisa, assim como a população busca informações sobre a vacinação e também não os encontram. Como por exemplo, a quantidade de doses exatas que foram recebidas, quando chegam mais doses, se estão sendo reservadas as vacinas para a segunda dose de quem já foi vacinado, se o município vacinou pessoas de outras cidades e o que o Ministério da Saúde tem informado para as secretarias municipais de saúde.

Na Região dos Lagos cidades como Araruama, São Pedro da Aldeia, Iguaba Grande, Arraial do Cabo, Cabo Frio e Búzios estão seguindo os protocolos de orientação do Ministério da Saúde. A atualização dos dados sobre a quantidade de doses das vacinas na cidade de São Pedro da Aldeia está em ritmo lento.

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro informou na quinta-feira (18) que novos lotes começaram a serem enviados na sexta-feira (19) para os 92 municípios. Serão distribuídas 173.500 doses para a segunda doses da vacina CoronaVac.

Niterói

A cidade recebeu até o dia 9 de fevereiro, 26.330 doses para serem aplicadas como primeira dose e 11.620 para serem aplicadas como segunda dose. Já imunizou profissionais de saúde, idosos e deficientes institucionalizados, trabalhadores de Instituições de Longa Permanência, idosos e quilombolas, totalizando 22.942 pessoas vacinadas na cidade com a primeira dose e 5.088 com a segunda dose aplicada em trabalhadores da saúde da linha de frente e idosos institucionalizados.

As 3.388 doses que ainda restam foram usadas para iniciar na quinta-feira (18) a vacinação para idosos acima de 86 anos. A segunda dose começou a ser aplicada no último dia 10 em profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra a Covid-19 e os idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência, os primeiros a serem vacinados em Niterói.

Toda informação sobre imunização no município como, grupo prioritário, documentos necessários e local de vacinação, são colocadas a disposição da população nas redes sociais da Prefeitura.

São Gonçalo

O município recebeu 26.560 doses até o dia 5 de fevereiro. No dia 9 recebeu mais 8.200 doses. Totalizando 34.760 doses. Até a terça-feira (16) foram vacinados 21.803 trabalhadores da saúde, 6.032 idosos com mais de 83 anos, 1.370 funcionários de área hospitalar e pessoas em Instituições de Longa Permanência (Ilpis) e 67 pessoas de residências terapêuticas. Os idosos com mais de 90 anos ainda têm prioridade nas filas, e os postos também atenderam em sistema drive-thru.

São Gonçalo informou que na quinta-feira (18) começou a vacinação dos idosos a partir de 81 anos e segue a imunização dos profissionais da saúde com mais de 60 anos que trabalham em área hospitalar e que morem ou atuem no município.

Maricá

O município recebeu no dia 19 de janeiro a primeira remessa, contendo 2.135 doses da Coronavac. No dia 23 do mesmo mês, chegou a segunda remessa, com 1.540 imunizantes de Oxford/AstraZeneca. No dia 2 de fevereiro, o município recebeu outra remessa da CoronaVac, contendo 370 doses. Já no último dia 10 de fevereiro, as equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) retiraram mais 1.250 doses da Coronavac. Totalizando 5.295 doses recebidas pelo município.

O município vacinou 1.476 pessoas até o dia 3 de fevereiro, entre profissionais de saúde que trabalham na linha de frente, idosos acima de 60 anos que moram em Instituições de Longa permanência, moradores de residências terapêuticas e instituições para pessoas com deficiência, população indígena.

Atualmente, Maricá está na semana 4 de vacinação onde os imunizados são: profissionais do resgate do Corpo de Bombeiros, profissionais da saúde da rede municipal acima de 60 anos, idosos entre 90 e 95 anos. Nesse período também será aplicada a segunda dose.

Existe um cronograma até a próxima semana para a vacinação de idosos de acordo com a faixa etária. A população acompanha todo tipo de informação sobre a vacinação nas redes sociais da prefeitura e no cronograma que pode ser acessado através do link https://bit.ly/2NmyG19

Itaboraí

A cidade recebeu a primeira remessa, contendo 2.310 doses da CoronaVac, dia 19 de janeiro, dando início à vacinação de profissionais de saúde da linha de frente (rede de urgência e emergência) e idosos abrigados em instituições de longa permanência.

No dia 25 do mesmo mês, chegou a segunda remessa, com 2.080 imunizantes de Oxford/AstraZeneca, que foi utilizada para avançar a vacinação de profissionais de saúde do município e atender também a rede privada. No dia 3 de fevereiro, o município recebeu uma carga mista, contendo 500 doses da CoronaVac e 60 de Oxford/AstraZeneca, que continuou atendendo a profissionais de saúde da rede privada e ampliou ainda a vacinação para pacientes acamados. Já no último dia 11, as equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) retiraram mais 1.800 doses da Coronavac. No total, Itaboraí já recebeu 6.750 doses.

Profissionais da saúde, idosos abrigados em instituições de longa permanência e pacientes acamados já foram imunizados no município. Na quarta-feira (17) a cidade deu início a imunização de idosos acima de 85 anos moradores de Itaboraí.

A Prefeitura ressalta ainda que no dia 3 de fevereiro também recebeu a primeira remessa de doses (D2) da Coronavac, para a segunda aplicação no primeiro grupo vacinado na cidade. Nosso calendário de vacinação está seguindo a programação do Ministério da Saúde e SES/RJ.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, até o momento o estoque nunca foi zerado antes de receberem uma nova remessa de vacina. A população pode acompanhar as informações sobre vacinação nas redes sociais da prefeitura.

Rio Bonito

No município, 1.710 doses foram recebidas na primeira remessa do dia 18 de janeiro. Na segunda remessa recebida no dia 3 de fevereiro vieram 1.006 doses. No dia 11 de fevereiro um terceira remessa chegou com 510 doses da CoronaVac. Profissionais de saúde das redes públicas e privadas e idosos acima de 90 anos já foram imunizados. A secretaria de Saúde de Rio Bonito iniciou na quarta-feira (10), a aplicação da 2ª dose da vacina contra o novo coronavírus nos trabalhadores da saúde que atuam diretamente no combate a doença, idosos que vivem em asilos e deficientes institucionalizados. A remessa recebida no dia 11 de fevereiro será para aplicação da primeira dose do imunizante nos idosos acima de 90 anos. O cronograma de vacinação começou na sexta-feira (12), e seguiu até a sexta-feira (19).

REGIÃO DOS LAGOS: POUCAS INFORMAÇÕES DIVULGADAS

Araruama

Um total de 6.250 doses foram recebidas até o dia 11 de fevereiro. No dia 19 de janeiro uma primeira remessa foi recebida com 1.605 doses da CoronaVac. No dia 25 de janeiro a segunda remessa chegou com 1.380 doses da Astrazeneca. Uma terceira remessa chegou no dia 3 de fevereiro com 220 doses Astrazeneca e 1.935 doses da Coronavac. No dia 11 de fevereiro chegaram 1.110 doses da Coronavac.

Entre profissionais da saúde, idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência, pessoas com deficiência acima de 18 anos que vivem em residências inclusivas, um total de 1.711 pessoas foram vacinadas. Ainda restam 4.539 doses. Araruama está na segunda fase de imunização, em que estão sendo vacinados idosos acima de 90 anos. Essa imunização vai até o dia 26 de fevereiro. A prefeitura já divulgou um número (22 – 98871-1568) para que idosos acamados de 80 anos façam o cadastro e recebam a imunização em casa.

Apesar de não informar a quantidade, o município disse que estão sendo reservadas as doses para quem precisa tomar a 2ª dose. De acordo com o Informe Técnico da Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunização do Governo Federal os primeiros a serem vacinados são dos grupos prioritários: idosos em asilos, pessoas a partir de 18 anos com deficiência mental, que vivam em instituições públicas e indígenas. Caso as doses restantes sejam suficientes, o município pretende seguir o seguinte calendário nos próximos dias: 19/02 – 95 anos; 22/02 – 94 anos; 23/02 – 93 anos; 24/02 – 92 anos; 25/02 – 91 anos; e 26/02 – 90 anos.

São Pedro da Aldeia

Na primeira remessa o município recebeu 2.002 doses da Coronavac, na segunda foram 1.080 doses da Astrazeneca para a cidade, totalizando 3.082 doses. De acordo com o site da prefeitura, até o dia 18 de fevereiro, 2.054 doses foram aplicadas em profissionais que trabalham na linha de frente e idosos que residem em Instituições de longa permanência. Na próxima semana o município aguarda receber mais 860 doses para a imunização. Atualmente estão sendo imunizados idosos acamados atendidos pelo Programa Melhor em Casa e pelas Estratégias de Saúde da Família e idosos acima de 90 anos, que realizarem o cadastro na Vigilância em Saúde pelo whatsapp 22 99617-5923. Ainda não há previsão para a aplicação da segunda dose desse grupo. A Vigilância em Saúde deu início à aplicação da segunda dose das vacinas Coronavac, completando o processo de imunização dos profissionais da saúde que receberam a primeira dose, entre os dias 20 e 26 de janeiro.

Iguaba Grande

Até o dia 18 de fevereiro a cidade recebeu 910 doses e já aplicou 650 doses o que garante o município com 71,43% de aplicação. A cidade recebeu, na primeira remessa em 19 de janeiro, 250 doses da Coronavac. Na segunda remessa recebida em 25 de janeiro, foram 320 doses da Astrazeneca. A terceira remessa foi recebida em 03 de fevereiro com 80 doses da Coronavac. No dia 3 de fevereiro também foram recebidas 250 doses da CoronaVac para a aplicação da 2º dose. Atualmente o município está vacinando idosos acima de 90 anos. Profissionais da saúde, idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência, deficientes institucionalizados e idosos acamados já receberam a primeira dose. Na quinta-feira (18) foi iniciada a vacinação para os idosos a partir de 89 anos. Todos os dias das 10h às 17h os idosos desse grupo poderão ser vacinados no posto médico localizado na Praça da Estação. De acordo com publicação a estimativa é que sejam recebidos 530 senhoras e 320 senhores, totalizando 850 residentes da terceira idade.

Búzios

Na sexta-feira (19) começou a vacinação para quem tem mais de 89 anos. O município recebeu 1.410 doses, sendo que 375 são para segunda dose: (19/01 recebido 375 doses / 25/01 recebido 320 doses/ / 03/02 recebido 80 doses + 375 para segunda dose/ 11/02 recebido 260 doses). A prefeitura informou que as vacinas de segunda dose então reservadas de forma nominal. A cidade vacinou profissionais de saúde em exercício que são de outras cidades. O último levantamento divulgado pela Secretaria Municipal de Sau´de apontou que no dia 18 de fevereiro foram 868 pessoas vacinadas sendo 641 profissionais da saúde e 227 idosos. Nos dias 22, 23, 24, 25 e 26 serão vacinados respectivamente os seguintes grupos: 88 anos, 87, 86, 85 e 84 anos. A prefeitura já divulgou o calendário para março e nos dias 1, 2, 3, 4 e 5 será vez dos idosos de 83, 82,81, 80 e 79 anos respectivamente. E nos dias 8, 9, 10 e 11 será vez de quem tem 78, 77, 76 e 75 anos respectivamente. De 19 a 29 de janeiro foram aplicadas 529 doses da vacina contra a Covid-19.

Arraial do Cabo

A cidade de Arraial do Cabo recebeu o total de 1020 doses das vacinas e na primeira fase já vacinou 615 pessoas. Os dados mais atualizados o município mostram que no dia 19 de janeiro foram recebidas 310 doses da vacina CoronaVac e dia 27 do mesmo mês foram 320 doses da Astrazeneca. A Secretaria de Saúde da Arraial do Cabo iniciou a imunização dos idosos com mais de 95 anos e informou que quanto à vacinação dos servidores aposentados da saúde, não há um calendário específico, tendo em vista que o Plano Nacional de Vacinação indica que o público prioritário são os trabalhadores ativos da saúde. A imunização ocorrerá em quatro fases na seguinte ordem: trabalhadores da saúde, idosos, pessoas com comorbidades e profissionais da educação, forças de segurança e salvamento, pessoas em situação de rua e trabalhadores de transporte coletivo e rodoviários.

Cabo Frio

Em Cabo Frio a primeira remessa de vacinas foi no dia 19 de janeiro com 2.655, no dia 25 de janeiro chegaram mais 2.100, no dia 3 de fevereiro mais 3.165. O relatório aponta que até dia 3 de fevereiro foram aplicadas 3.556 doses da primeira fase, sendo a maioria, 767, em técnicos em enfermagem. A cidade está vacinando idosos com mais de 95 anos. Quanto à vacinação dos servidores aposentados da saúde, a prefeitura informou que não há um calendário específico, tendo em vista que o Plano Nacional de Vacinação indica que o público prioritário são os trabalhadores ativos da saúde. Desta forma, os aposentados poderão ser vacinados nas demais fases da campanha, de acordo com a idade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + treze =