Monólogos trazem grandes nomes do teatro a Niterói

O Teatro da UFF apresenta, em outubro, um Festival de Monólogos da série Solos em Cena, trazendo a Niterói atores consagrados como Fernanda Montenegro e Matheus Nachtergaele, além de textos de autores como Lázaro Ramos, numa peça infantil e Cristóvão Tezza, com O Filho Eterno, numa adaptação para teatro.

São 16 peças programadas para o período de 6 a 29 de outubro, sempre de quinta a segunda-feira, com apresentações às 20h e sábados e domingos com sessões às 16h, para crianças.

Todos os espetáculos terão preços de R$ 40 e R$ 20 (meia-entrada), com uma única exceção, a da apresentação de Fernanda Montenegro, que terá os valores de R$ 60 e R$ 30, para inteira e meia, respectivamente.

Na abertura está A Descoberta das Américas, há 10 anos em cartaz e que já ultrapassou a casa das 500 apresentações para um público superior a 250 mil pessoas. No espetáculo, o ator Julião Adrião conta a outra história da descoberta da América. O texto de Dario Fo, inspirado em fatos reais narrados pelo navegador e cronista Álvaro Núñes Cabeza de Vaca, revisita de maneira irônica e crítica episódios ocorridos na Flórida do século XVI.

Na peça, um Zé ninguém de nome Johan Padan, rústico, esperto e carismático, escapa da fogueira da inquisição embarcando, em Sevilha, numa das caravelas de Cristóvão Colombo. No Novo Mundo, o herói sobrevive a naufrágios, testemunha massacres, é preso, escravizado e quase devorado pelos canibais. Com o tempo, aprende a língua dos nativos, cativa-os e safa-se fazendo “milagres” com alguma técnica e uma boa dose de sorte. Venerado como filho do sol e da lua, catequiza e guia os nativos numa batalha de libertação contra os espanhóis invasores.

No dia 8 Fernanda Montenegro organizou e costurou as leituras dramáticas baseadas na obra “Nelson Rodrigues Por Ele Mesmo”, que une o máximo do que ele quis dizer sobre sua vida e sua obra. Respeitando, inclusive, a posição dele de que o memorialismo é um tipo de falsificação e que a ficção é autobiográfica. Após a leitura, a atriz conversa com o público sobre o autor e sua obra.

No dia 9, Juliano Antunes traz O Fabuloso, seis fábulas da literatura greco-romana, encenadas por um único ator, que personifica animais, elementos da natureza e objetos. São 21 personagens muito divertidos, nas situações mais Inusitadas. Uma performance criativa, dinâmica e muito engraçada. Além de entreter adultos e crianças, possui elementos capazes de incentivar mudanças em nossos hábitos sociais. A programação completa do evento, assim como informações de valores de ingressos e horários das apresentações estão disponíveis no site www.centrodeartes.uff.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − cinco =