Ministério da Saúde orienta que façam reserva de doses de vacina

O Ministério da Saúde mudou a orientação dada pelo ministro Eduardo Pazuello à aplicação de vacinas contra Covid-19 no Brasil. Em um informe técnico feito pelo órgão foi orientado que os estados e municípios reservem uma dose da CoronaVac, para garantir que o esquema vacinal, que prevê duas doses, pode ser completo. 

“Acabamos de receber um documento oficial do @minsaude formalizando a nova orientação de reservar, sim, a segunda dose da COVID-19. O posicionamento revê a afirmação do ministro Eduardo Pazuello, que na sexta-feira passada orientou nossos dirigentes a utilizarem todo quantitativo para as primeiras doses “, diz a FNP, complementando:” No documento, o @minsaude fez a consideração de que “ainda não há um fluxo de produção regular da vacina”, por isso a mudança na orientação. Seguimos atentos. “

Pazuello argumentou que a vacina do Butantan será aplicada em dose única, com o objetivo de ampliar a vacinação e atender ainda mais brasileiros.

“Tendo em vista o intervalo entre a D1 e D2 (2 a 4 semanas), e considerando que ainda não há um fluxo de produção regular da vacina, orienta-se que a D2 seja protegida para garantir que o esquema vacinal seja completado dentro desse período, evitando prejuízo nas ações de vacinação “, diz o informe técnico da massa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − dezessete =