Mergulhão da Praça Renascença alaga e complica trânsito

Alan Bittencourt

A chuva torrencial que caiu no fim da manhã desta terça-feira, dia 14, em Niterói provocou o alagamento do Mergulhão José Vicente Filho, no Centro da cidade. Com isso, equipes da concessionária Ecoponte tiveram que interditar parcialmente a via, mais conhecida como Mergulhão da Praça Renascença.

O trânsito deu um nó na região, com retenções desde a Avenida Rio Branco. A Ecoponte interditou parcialmente a passagem subterrânea às 13h. Somente ônibus, caminhões e vans podiam trafegar pela via. Motoristas tinham que ter paciência para transitar pela região.

“O trânsito está péssimo. Levei 30 minutos para chegar aqui perto do mergulhão. Vou me atrasar para uma consulta”, disse o técnico em informática Hamilton Cruz.

Quem também estava atrasado era o vendedor Lucas de Oliveira. Ele reclamou do tempo perdido.

“A gente fica nesse anda e para o tempo todo. E sem saber o que está acontecendo. Não há uma informação”, afirmou.

Já o taxista Jorge Augusto, que vinha da Avenida Feliciano Sodré, só ficou preso perto da passagem subterrânea.

“Só encontrei retenção aqui em cima do mergulhão. É a primeira vez que alaga. Já choveu forte das outras vezes e nada aconteceu. É provável que alguma bomba de sucção tenha apresentado defeito”, afirmou.

A concessionária Ecoponte informou que o alagamento ocorreu por conta de um furto que ocorreu dos cabos do sistema de drenagem no último fim de semana. Como isso, as bombas não funcionaram. Um caminhão bomba fez a sucção da água na pista. O mergulhão foi totalmente liberado às 15h15.

O Mergulhão da Praça Renascença foi inaugurado no dia 19 de agosto de 2017. A via fica em frente ao Porto de Niterói e próximo à Ponte Rio-Niterói. A passagem subterrânea faz parte da Ponte e foi construída para desafogar o tráfego, principalmente dos ônibus que vêm do Terminal João Goulart pela Avenida Feliciano Sodré em direção à Avenida do Contorno e Alameda São Boaventura.

À época, a obra gerou, segundo a concessionária, cerca de 500 empregos diretos duarnte 10 meses. A estrutura tem 511 metros de extensão, 150 metros de trecho subterrâneo e três faixas de rolamento com três metros de largura cada. Possui de LED, sistema de drenagem (que falhou ontem) e a operação é responsabilidade da Ecoponte, que também monitora a via 24h. O limite de velocidade do Mergulhão da Praça Renascença será 40 km/h

Após a conclusão da obra, a Praça Renascença recebeu novos tratamentos paisagístico e urbanístico. A Ecoponte plantou, como contrapartida ambiental da obra, cerca de mil espécies nativas de Mata Atlântica (ipês, pau brasil, aroeira, etc) no entorno do mergulhão. Além disso, reativou o Viveiro de Mudas do Horto do Fonseca, com capacidade para produzir mais de 10 mil mudas por ano para ações socioambientais em Niterói.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 5 =