Menores apreendidos após praticarem sequência de roubos

Wellington Serrano –

A onda de violência em Niterói continua alarmante dois dias depois da Secretaria de Segurança do Estado anunciar a “Operação Dínamo” com o objetivo de combater o roubo de carros e dar mais segurança ao cidadão. Na tarde desta quinta-feira (19) dois menores foram apreendidos pela Polícia Militar, após praticarem, em menos de três horas, vários crimes no percurso entre a região de São Gonçalo, onde o carro foi furtado, até as ruas do bairro de Icaraí. Além deles, uma médica esteve envolvida na maratona de delitos, no entanto, conseguiu escapar logo depois de ter o carro levado na Rua Geraldo Martins, também na Zona Sul.

De acordo com informações do 12° BPM (Niterói), os suspeitos foram presos durante abordagem a um Pálio suspeito, entre as ruas Tavares de Macedo e Álvares de Azevedo, no bairro de Icaraí. “No interior do veículo havia dois menores e, com eles, foram encontrados uma réplica de pistola e dez aparelhos celulares roubados. Além disso, o veículo que eles estavam havia sido roubado em São Gonçalo momentos antes da abordagem”, informou, por nota, a assessoria de imprensa da polícia. A ocorrência foi registrada à 76ª DP (Centro).

Nas redes sociais, os internautas que acompanham a violência pelas câmeras não aguentam mais a falta de segurança. “Niterói agora, hoje não é filme, é real, uma médica que estudou pra salvar vidas está fazendo parte da estatística niteroiense…”, postou o morador da cidade Lander Aires Dantas, logo após dois bandidos armados numa moto de cor preta assaltar uma moradora na Rua Geraldo Martins, no bairro Jardim Icaraí.
Os moradores que comentaram a postagem demonstraram preocupação e estavam curiosos com o fato: “Quando e onde foi?”, perguntou Camila Grecco. “Isso foi agora?”, indagou Natalia Casado. Para o morador Valdemir Leão está difícil andar nessa área. “Não importa o horário tem sempre assalto”, lamentou.

A redação de A TRIBUNA recebeu informações sobre troca de tiros e pânico dos moradores que moram na Rua Indígena, no bairro de São Lourenço, na manhã desta quinta. Segundo populares, o fato aconteceu no Morro da Boavista, no entanto, a PM não confirmou operações no local.
Segundo o comandante do 12º BPM, coronel Márcio Rocha, em breve a população começará a sentir o efeito das operações que são feitas de forma dinâmica e integrada e atua nos locais onde a mancha criminal é alta de acordo com dados do ISPGeo.

QUEDA DA VIOLÊNCIA
Segundo os dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) de março, a violência em Niterói apresentou queda, em comparação com o mesmo período do ano passado. A planilha aponta queda em pelo menos sete indicadores. Os roubos aos comércios na Zona Sul apresentaram aumento de 33%, com 15 casos em março de 2017 e 20 no mesmo período de 2018. Os roubos de carga também tiveram aumento e duplicaram com seis casos em março passado e 16 neste início do ano.

Já os dados que apresentaram queda foram furto de veículos, com 80 casos em 2017 e 79 em 2018 (-1.25%), homicídios (dolosos e em decorrência de intervenção policial) com 13 casos contra 12 neste ano (-7.6%), roubos a residência, com seis casos contra três neste ano (50%), roubo a pedestres, com 401 casos contra 340 (-15%) e roubos a coletivos, com 68 casos contra 26 (-61%).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + 15 =