Medalhista de ouro no Taekwondo é recebida com desfile e homenagens em Itaboraí

Após garantir a medalha de ouro no Pan-Americano de Taekwondo (+73kg), realizado em Cancún, no México, a atleta Gabriele Siqueira retornou a Itaboraí. Na chegada ao município em que mora e treina há quase uma década, a campeã foi recebida com o carinho da população itaboraiense durante um desfile em veículo aberto pelas ruas da cidade, além de ser homenageada na sede da Prefeitura, no Centro.

Ao lado do técnico Diego Ribeiro, que é responsável pelo treinamento da Seleção Brasileira de Taekwondo, a atleta foi recepcionada por um veículo do Corpo de Bombeiros, que percorreu a Avenida 22 de Maio, principal via da cidade. O trajeto começou na altura de Santo Expedito e terminou na sede da Prefeitura, na Praça Marechal Floriano Peixoto.

“Estou muito feliz com essa conquista, porque é muito importante para a minha carreira. Não foi de um dia para o outro. Estou aqui em Itaboraí há anos treinando e batalhando muito para isso. Essa cidade me acolheu desde que cheguei e tem sido muito importante na minha vida. Não esperava tanto carinho, fiquei muito feliz. Só tenho a agradecer por tudo”, afirmou a atleta.

Após sentir o carinho da população itaboraiense pelas ruas, a atleta recebeu uma placa de homenagem entregue pelas mãos da primeira-dama do município, Pâmela Delaroli, representando o prefeito Marcelo Delaroli. A Banda Municipal Visconde de Itaborahy também participou da cerimônia, tocando o famoso ‘Tema da Vitória’, além dos hinos do município e do Exército Brasileiro, uma vez que Gabriele é 3° sargento da Comissão de Desportos do Exército (CDE).

Além do treinador, a equipe técnica e os colegas de treino da campeã também acompanharam a cerimônia. Natural de Marília, em São Paulo, Gabriele Siqueira treina no distrito de Porto das Caixas, onde o técnico Diego Ribeiro possui um projeto social que possibilita a inserção de jovens na modalidade. O técnico Diego Ribeiro ressaltou ainda que a estadia no México proporcionou uma ‘dobradinha’ de medalhas. Além do título no Pan-Americano, a atleta também ficou em primeiro lugar no Open do México de Taekwondo 2021, competição internacional importante da modalidade. 

“Todos esses títulos inéditos consagram a atleta que ela é. Mudou de estado para morar aqui em Itaboraí e desde então está batalhando por esse reconhecimento. Lá no México, ela ganhou duas adversárias difíceis, que inclusive estão classificadas para os próximos Jogos Olímpicos e são as primeiras colocadas no ranking mundial. Foi uma dobradinha internacional muito importante”, explicou o treinador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − três =