Martinho da Vila promete colocar todo mundo para sambar no Rio de Janeiro

O cantor Martinho da Vila vai se apresentar no próximo dia 25, às 21h, no Teatro Bradesco, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Nesse show, além de apresentar alguns dos seus sambas de enredo e maiores sucessos (Pequeno Burguês, Casa de Bamba e Devagar Devagarinho, Mulheres, Madalena do Jucu…), vai apresentar músicas inéditas de compositores que criaram sambas especiais para essa homenagem. Como “Quatro de Abril” alusivo à data de aniversário da Escola.

Vai cantar também, os sambas-exaltação No Embalo da Vila, Sempre a Sonhar, Renascer das Cinzas e Na Boca da Avenida, dentre outras com o DNA azul e branco, em clima de carnaval. A banda que acompanha é a Família Musical, que juntos já viajaram o mundo. Claudio Jorge no violão, Wanderson Martins no cavaco, Ivan Machado no contrabaixo, Paulinho Black na bateria, Kiko Horta dos teclados, Victor Neto dos sopros. O filho Tunico na percussão, a filha Juju no vocal e o neto Guido Ventapane, na percussão.

Martinho José Ferreira nasceu em Duas Barras, Rio de Janeiro, em 12 de fevereiro de 1938. Filho de Tereza de Jesus e Josué Ferreira, lavradores da Fazenda do Cedro Grande, veio para o Rio de Janeiro com apenas quatro anos. Quando se tornou conhecido, voltou à sua cidade natal para ser homenageado pela prefeitura. Descobriu que a casa em que nasceu estava à venda e não hesitou em comprá-la. Hoje a propriedade não mais lhe pertence. Doou a Fazenda Cedro Grande para o ICMV (Instituto Cultural Martinho da Vila).

Cidadão carioca criado na Serra dos Pretos Forros ( Boca do Mato – Lins de Vasconcelos ), sua primeira profissão foi a de Auxiliar de Químico Industrial, com diploma adquirido em curso intensivo do SENAI, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. Arrimo de família, alistou-se no Exército como voluntário no Segundo Batalhão de Carros de Combate, destinado ao LQFE (Laboratório Químico e Farmacêutico do Exército), onde pretendia ser funcionário público, mas decidiu-se pela carreira militar. Foi cabo, sargento e cursou a Escola de Instrução Especializada, onde se formou em contabilidade. Exerceu funções burocráticas na DGEC (Diretoria Geral de Engenharia e Comunicações) como escrevente-contador e pediu baixa para se tornar cantor profissional.

O show também conta com a participação especial da filha de Martinho, Maíra Freitas, e do músico Claudio Jorge, que além de fazer parte da banda participa no show. A classificação etária é livre, a duração do show é de 90 minutos e os ingressos custam de R$ 100 até R$ 220 dependendo do local no teatro. O Teatro Bradesco Rio fica na Avenida das Américas, 3900 (loja 160 do Shopping VillageMall – Barra da Tijuca).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *