Maricá segue com pontos turísticos interditados

Dois dos principais pontos turísticos da cidade de Maricá – a Pedra da Sacristia e a Cachoeira do Espraiado – seguem interditados pela Defesa Civil municipal. Os acessos foram bloqueados após risco de quedas de rochas. Uma equipe de geólogos da Secretaria de Proteção e Defesa Civil fez uma vistoria nos espaços que atraem muitos turistas e visitantes.

A Cachoeira do Espraiado passou por vistorias é no último dia 12, os fiscais detectaram a existência de risco geológico muito alto para a área da cachoeira. Tem possibilidade das rochas do muro construído caírem, além de uma árvore também apresenta risco de cair na cachoeira. A Somar teria que substituir o muro por uma construção que resista ao alto fluxo d`água. Também será necessária a estabilização dos blocos de rocha presentes na margem florestada. Caberá à Secretaria de Cidade Sustentável observar a instabilidade da árvore de grande porte para que uma solução seja tomada.

A também conhecida como Gruta da Sacristia passou pela vistoria no sábado passado (15) e permanece interditada. O laudo apontou na época que pequenos blocos rochosos estão muito próximos da ponta da estrutura, que tem aproximadamente quatro metros de altura e localizam-se exatamente, acima da área em que moradores e turistas normalmente se posicionam para fotos.

A Prefeitura de Maricá ressaltou que a Cachoeira do Espraiado está interditada para acesso, com faixa da Defesa Civil no local. Equipes da Secretaria de Ordem Pública intensificaram as rondas na Gruta da Sacristia e na Cachoeira do Espraiado para inibir a entrada de pessoas e orientar os visitantes. Ainda não há prazo para a liberação dos acessos ao público. Uma equipe técnica da Defesa Civil analisará as intervenções possíveis para a Sacristia e o Espraiado a fim de liberar o acesso à população.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.