Maricá fecha Proeis e terá mais policiais nas ruas

Augusto Aguiar –

Uma reunião na última terça-feira (25), com a presença do comando do 12º BPM e representantes do Conselho Comunitário de Segurança, praticamente acertou os últimos detalhes para utilização, na próxima semana, de mais policiais no patrulhamento das ruas por meio do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis). Esses tipo de reforço já está em atividade nas áreas do Centro e Zona Sul de Niterói, ou seja, atuação de policiais nas ruas em seus horários de folga, atividade com remuneração extra.

A iniciativa vai ao encontro da necessidade de maior contingente policial nas ruas de Maricá, atuando no combate à violência. Nos últimos meses, a medida tornou-se necessária levando-se em conta o aumento da incidência de modalidades de crimes, como roubos a transeuntes e de veículos, furtos e homicídios dolosos (onde há com a intenção de matar). O anúncio da presença de patrulhamento extra pelo Proeis em Maricá chegou a ser feito em junho, através da Câmara Municipal, que explicou a necessidade desse investimento na cidade.

Em Niterói, o programa deixa em aberto 150 vagas diárias para os PMs trabalharem nas folgas. Nos últimos dias foram 68 militares atuando. De acordo com informes, atualmente um praça recebe R$ 150 por oito horas trabalhadas pelo programa. A previsão é que este valor aumente a partir de agosto com a renovação do convênio, passando para R$ 188 pelos próximos 12 meses.

PM é preso após assaltar jovens
Um policial militar foi preso em flagrante, logo após participar de um assalto a cinco jovens em Maricá. De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu na tarde de terça (25), quando o policial mais quatro comparsas abordaram as vítimas na Estrada do Retiro, próximo a RJ-106, em São José de Imbassaí. O soldado Wallace Jordan da Silva Santos é lotado na UPP do Lins de Vasconcelos e já foi transferido para Batalhão Especial Prisional (BEP), em Niterói.

O assalto aconteceu por volta das 15 horas. Segundo relatos, os jovens estavam andando pela rua quando foram abordados pelos criminosos, sendo que dois deles saíram do veículo e os revistaram como se fossem policiais. Após a revista a dupla levou os celulares das vítimas. A Polícia Civil informou ainda, que só foi possível chegar aos criminosos porque uma das vítimas conseguiu anotar a placa do veículo que os criminosos usavam.

Segundo informações da 82ª DP (Maricá), os agentes – através da placa – conseguiram localizar a residência do proprietário do carro, na Rua 5, loteamento Jardim Atlântico, em Itaipuaçu. No local, os policiais localizaram o automóvel na garagem, com três telefones sobre o capô, mostrando que os suspeitos haviam acabado de chegar. O proprietário informou aos policiais que seu genro e filho haviam acabado de chegar com o carro. Ambos foram presos em flagrantes e reconhecidos pelas vítimas. Um dos telefones encontrado era de uma das vítimas que tinha sido assaltada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + 1 =