Márcio Pacheco é eleito para o Tribunal de Contas do Estado

O deputado Márcio Pacheco (PSC) foi eleito para ser conselheiro Tribunal de Contas do Estado (TCE), na tarde desta quarta-feira (22) por 47 votos, dos 70 deputados. Líder do governo na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), o parlamentar contou com o apoio do governador Cláudio Castro (PL), o que mudou a orientação dos votos, principalmente da bancada do PL. Quatro deputados se abstiveram da votação.

O deputado Rosenverg Reis (MDB) recebeu 9 votos. O parlamentar era cotado para a vaga até a última segunda-feira (20), por causa do apoio explícito do PSD e do União. No entanto, com a jogada política do chefe do Executivo, a situação mudou depois que Castro orientou a bancada do PL na votação. Outro cotado para a vaga de conselheiro no TCE, o deputado Val do Ceasa (Patriotas), que contava com 26 votos no início da semana, retirou a candidatura por causa dessa movimentação. Além dele, Alexandre Freitas (Podemos) e Dr. Deodlato (PL) também se retiraram da disputa.

Esse movimento de Cláudio Castro desagradou Washington Reis (MDB), irmão de Rosenverg, e possível candidato a vice na chapa do governador de olho nas eleições deste ano. A aliança com o prefeito de Duque de Caxias acabou ficando estremecida, com o Reis recebendo aceno em seu favor de Eduardo Paes (PSD), prefeito do Rio de Janeiro, na votação na Alerj. O deputado do MDB, dessa forma, recebeu menos votos do que Hans Springer (10), técnico do TCE, que contou com apoio de deputados à esquerda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.