Marcelo Delaroli paralisa operação do Detro em Itaboraí

Mesmo com a nova determinação que confere atribuição exclusiva à Secretaria Municipal de Transporte (SEMTRANS) na fiscalização de modais de transporte público de passageiros irregular, o prefeito de Itaboraí, Marcelo Delaroli, teve de intervir e paralisar uma operação do Departamento de Transportes Rodoviários do Estado (Detro/RJ) que acontecia na Avenida 22 de Maio, no Centro, na manhã desta segunda-feira (8). 


Acompanhado de secretários municipais, o prefeito lutou pelo direito de trabalhar dos motoristas do transporte alternativo e levou a demanda para a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Itaboraí (71ª DP). Na distrital, Delaroli ouviu representantes do Detro/RJ e argumentou, com base no decreto, a competência pela fiscalização dos modais. Um dos motoristas alvos da operação, Rafael Camelo, de 29 anos, teve o veículo liberado, ele trabalha há dois anos na linha Venda das Pedras x Rio de Janeiro.

“Toda a fiscalização dos transportes públicos será realizada inteiramente pelo município, sem interferência do Detro. As vans foram marginalizadas pelas gestões passadas, mas não vou descansar até que esse transporte volte a circular regularmente na cidade, sendo fiscalizadas da forma correta pela Prefeitura. Desde a primeira semana do mandato determinei o início dos estudos para regularizar as linhas de transporte alternativo na cidade, que, primeiro ocorrerá através de autorização, e, até a licitação a permissão das vans”, afirmou o prefeito Marcelo Delaroli.


Publicada no Diário Oficial da última sexta-feira (5), o decreto assinado pelo prefeito proíbe a realização de operação de fiscalização de transportes públicos por quaisquer outros órgãos dos demais entes federados nas vias e rodovias municipais de Itaboraí. A medida considera, entre outros argumentos, o término da vigência do convênio de cooperação celebrado com o DETRO/RJ.


Responsável por comandar a fiscalização, o secretário de municipal de Transportes, Heitor Baldow, ressalta que a pasta intensificará o trabalho de inspeção e regulamentação do transporte público no município, de forma a melhorar a qualidade da prestação do serviço e garantir a segurança para o munícipe de Itaboraí.


“Com a publicação do decreto do prefeito e o vencimento do convênio com o Detro/RJ, a competência pela fiscalização do transporte público passa a ser da Prefeitura. É uma vitória para toda cidade, porque assim conseguimos cobrar por melhorias na prestação de serviços para a população”, disse o secretário municipal de Transportes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + quinze =