Maratona cultural no “Natal da Esperança” em Niterói

O “Natal da Esperança” da Prefeitura de Niterói, realizado pela Fundação de Arte de Niterói (FAN), apresenta uma intensa programação, que inclui balé, música (clássica e outros estilos) e espetáculos de teatro.

Neste sábado (04-12), as atividades têm início, às 11h, com a Scuola di Cultura, no Horto de Itaipu e com Violúdico, no Caramujo; às 19h, apresentação do Coro e Orquestra Jovem de Niterói, do Programa Aprendiz Musical, juntamente com o cavaquinista Sérgio Chiavazzoli, no Horto do Barreto; às 19h30 o público vai poder assistir ao espetáculo ‘Pedra doce: poética de Cora Coralina’, da Companhia de Ballet da Cidade de Niterói, no Campo de São Bento; além de ouvir o som do músico Yuri Corbal, no Horto do Fonseca.

As atividades de domingo, dia 5, começam às 11h, com três peças infantis: ‘O dia em que conheci Papai Noel’, no Horto de Itaipu; ‘O fabuloso’, no Caramujo; e ‘A chegada dos três reis magos’, de Arte Corpo, no Horto do Barreto. Às 19h30, tem Coro Aprendiz e Orquestra Jovem de Niterói, do Programa Aprendiz, no Campo de São Bento; e Ninas com Non Stop e Gabriela Sepulvida, no Horto do Fonseca.

No Campo de São Bento, acontece, ainda, o ‘Fim de tarde no Campo – Natal da Esperança’, com apresentações artísticas diárias, a partir das 18h30. 

A programação cultural do “Natal de Esperança” se propõe a ser democrática, com atrações distribuídas por toda a cidade. Os espetáculos acontecem nas Zonas Norte e Sul e na Região Oceânica.

Os shows, nos fins de semana, do Campo de São Bento e do Horto do Fonseca acontecem às 19h30. No Horto do Barreto, às 19h, aos sábados; e às 11h, aos domingos. No Horto de Itaipu e no Caramujo, cujas programações são mais voltadas aos pequenos, às 11h.

O calendário completo, até 19 de dezembro, inclui, ainda, apresentações do maestro João Carlos Martins, cujo trabalho como pianista é reconhecido mundialmente, especialmente por suas gravações das obras de Bach. O músico se apresenta com a Orquestra Jovem de Niterói e Orquestra da Grota.

O mote deste ano é realizar um Natal respeitoso, levando alegria e esperança para os niteroienses, além de prestar homenagem às vítimas da Covid-19. A Prefeitura priorizou espaços abertos para a realização dos eventos, que vão acontecer seguindo as normas do Plano Novo Normal Niterói, obedecendo aos protocolos de segurança de enfrentamento da pandemia.

Atrações variadas

Scuola di Cultura

Apresentação do projeto ‘História e movimento’, com a história ‘Não, eu não gosto do Natal”, onde ‘Ela’, representando uma pessoa, sempre gostou do Natal, mas, com o passar do tempo, algumas pessoas já não estavam mais presentes. A personagem, no entanto, volta a amar esta época do ano. Narração do diretor e ator Juliano Antunes e coreografia de Luã Lima.

 Violúdico

Show com composições interativas que mesclam diversos gêneros e ritmos musicais. Tem o objetivo de unir o universo da criança e do adulto, ao mesmo tempo, entretendo a família por completo. Com uma dinâmica única, o Violúdico usa e abusa do humor com versões inusitadas, paródias, improvisos de rimas, ‘contação de causos’, entre outros, para deixar o show bem divertido.

– Coro e Orquestra Jovem de Niterói, do Programa Aprendiz Musical, convidam Sérgio Chiavazzoli

O Coro Aprendiz, com seus 24 integrantes, entre alunos e professores do Programa, apresenta canções como ‘A paz’, uma versão nacional da música ‘Heal the World’, do astro pop Michael Jackson; ‘Natal brasileiro’, de Ana Luíza de Geus e Marcos Monteiro Gomes; e um medley natalino especial, tudo com arranjos de dois pianistas do Aprendiz, Edu Louro e Leandro Campanate, e sob regência da coordenadora pedagógica do Aprendiz, Fátima Mendonça, em divisões de até 4 vozes. Como convidado especial, o músico Sérgio Chiavazzoli e sua banda apresentam sucessos do natal e dividem o palco com a Orquestra Jovem de Niterói, composta por 50 integrantes, com idades entre 15 e 23 anos. No repertório, clássicos de Natal, como ‘Boas Festas’, ‘Jesus Alegria dos Homens’ e ‘Noite Feliz’, entre outros sucessos da estação.

– ‘Pedra doce: poética de Cora Coralina’, da Companhia de Ballet da Cidade de Niterói

O espetáculo fala da simplicidade na poesia e vida de Cora Coralina. O diretor Fran Mello concebeu a obra, buscando correlacionar a escrita de Cora, seus ímpetos e necessidades em escrever, com os corpos dos bailarinos ao ler (ouvir) seus poemas. Todas as células coreográficas foram criadas pelos próprios bailarinos em um atravessamento promovido pelos poemas de Cora Coralina durante os ensaios.

Yuri Corbal

É cantor, compositor e produtor musical. Em seu novo trabalho solo escolheu o violão e a sonoridade Pop com referências da MPB, da R n’B e um apanhado de artistas que o influenciaram até aqui, que vão de Belchior e John Mayer a Alicia Keys e Skank.

– ‘O dia em que conheci Papai Noel’

A peça conta a história de spock um duende ajudante do Papai Noel que acaba perdendo o presente de uma criança e na tentativa de resgatá-lo conhece Babi! E. juntos, os dois tentam resolver esta grande confusão.

O fabuloso

Comédia infantil que apresenta a encenação de seis fábulas da literatura greco-romana – três de origem grega, atribuídas a Esopo, escritor da Grécia Antiga e criador da Fábula como gênero literário, e três adaptações de origem romana, do fabulista Fedro (Gaius Iulius Phaedrus) -, encenadas por um único ator: o humorista e comediante Juliano Antunes, que personifica animais, elementos da natureza e objetos. A direção de Eleusa Mancini e a orientação corporal de Clarice Maia colaboram com o conteúdo e enriquecem a encenação.

A chegada dos três reis magos

Remonta historicamente o trajeto realizado pelos Três Reis Magos (Alexandre Vollu, Sergio Di Paula e Ricardo Lyra Jr.). Em suas trajetórias, se encontram com uma menina que diz ser a própria Estrela Guia (Rachel Palmeirim) e que tem a missão de levá-los rumo à realização de seus sonhos. No caminho, se deparam com um mercador da cidade, o Rei Herodes e a dona de uma hospedaria. O sonho do quarteto é ameaçado pelos obstáculos do caminho, mas o desejo por um mundo mais justo e digno de se viver não permite que desistam.

– Coro Aprendiz e Orquestra Jovem de Niterói, do Programa Aprendiz

O Coro Aprendiz, com seus 24 integrantes, entre alunos e professores do Programa, apresenta canções como ‘A paz’, uma versão nacional da música ‘Heal the World’, do astro pop Michael Jackson, ‘Natal Brasileiro’, de Ana Luíza de Geus e Marcos Monteiro Gomes, e um medley natalino especial, tudo com arranjos de dois pianistas do Aprendiz, Edu Louro e Leandro Campanate, e sob regência da coordenadora pedagógica do Aprendiz, Fátima Mendonça, em divisões de até 4 vozes. Em seguida, a Orquestra Jovem de Niterói, composta por 50 integrantes, com idades entre 15 e 23 anos. No repertório, clássicos de Natal, como ‘Boas Festas’, ‘Jesus Alegria dos Homens’ e ‘Noite Feliz’, além de outros sucessos da estação.

– Ninas com Non Stop e Gabriela Sepulvida

Non Stop foi formado há quatro anos no Espaço Cultural da Grota, um projeto social, localizado na comunidade da Grota do Surucucu, no bairro de São Francisco. um grupo de manifestação artística com seguimento em música, formado por 5 jovens estudantes, que realizam apresentações nos ambientes públicos do município de Niterói. Através do reconhecimento como Ponto de Cultura Municipal, conforme o edital Ações Locais (2018), eles

buscam expandir as suas atuações para a democratização do acesso à cultura. Já Gabriela sepulveda é formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro com bacharelado em violoncelo, e membro efetivo do quadro atual da Orquestra Sinfônica Nacional da UFF. De performance eclética, vem atuando no cenário musical do erudito ao popular, acompanhando artistas de renome da música popular brasileira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.