Manifestantes se reúnem no Carrefour de Neves

Cerca de 1oo manifestantes se reuniram na tarde deste domingo (22) no estacionamento do supermercado Carrefour, no bairro Neves, em São Gonçalo. Por volta das 14h eles gritavam palavras de ordem em favor da população, relembrando a morte de João Alberto Silveira Freitas, homem negro, que foi espancado até a morte por seguranças de uma loja da mesma rede, em Porto Alegre, na noite da última quinta-feira (19).

Algumas personalidades da política local marcaram presença no manifesto. Entre eles, Sérgio Perdigão (PSTU), a vereadora eleita em Niterói Benny Briolly (PSOL), o vereador eleitor por São Gonçalo, Professor Josemar (PSOL), os vereadores de Niterói Leonardo Giordano (PSOL) e Paulo Eduardo Gomes (PSOL), além do deputado estadual, Waldeck Carneiro (PT).

A convocação para o ato ocorreu pelas redes sociais e, a partir dos posts do tema, a Polícia Militar determinou reforço do policiamento em todas as unidades da rede de supermercados, inclusive na de Neves. 

“A Unidade popular pelo socialismo convoca a sua militância para se somar aos atos desse domingo e dessa segunda, no Rio de Janeiro, dando resposta ao assassinato de João Alberto! João foi vítima de racismo, espancado e assassinado em uma unidade do mercado Carrefour em Porto Alegre. Esse não é o primeiro caso do tipo e não deixaremos passar! Justiça por João!”, escreveram na publicação. 

Equipes do Batalhão de São Gonçalo (7º BPM) acompanham o ato em conjunto com agentes do Rondas Especiais e Controle de Multidão (RECOM).

Logo após o ato, os manifestantes seguiram em caminhada até à Praça de Neves. O trânsito chegou a ser completamente interditado por conta do protesto, mas logo foi liberado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − 5 =