Malcom e Claudinho são cortados da relação de Tite para as eliminatórias

Ambos os jogadores foram obrigado pelo Zenit a embarcarem imediatamente à Rússia nesta quarta (1º)

Mais problemas para Tite nas eliminatórias. Não bastasse a dificuldade em contar com atletas que jogam em diversas partes da Europa, o técnico da Seleção Brasileira de futebol não vai poder contar com os jogadores Malcom e Claudinho. Ambos os atletas não viajarão com a Santiago, no Chile, porque os clubes para os quais os dois jogam, o Zenit São Petesburgo, obrigou que eles retornassem nesta quarta-feira (1) à Rússia. A informação foi divulgada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) através de nota à imprensa

Ainda de acordo com o comunicado, a CBF afirma ter conversado com os jogadores e explicou que eles não poderiam sofrer nenhuma das sanções ameaçadas pela equipe. Ainda assim, após algumas conversas com o coordenador da Seleção, Juninho Paulista, e o técnico Tite, Malcom e Claudinho decidiram pelo retorno.

“A CBF manifesta sua discordância com os movimentos do Zenit e encaminhou reclamação formal à FIFA, anexando os documentos enviados pelo clube russo à entidade e aos atletas. A CBF apelará à entidade que rege o futebol mundial para que, em linha com seus regulamentos, todas as punições cabíveis ao Zenit sejam cumpridas”, finalizou a nota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + quinze =