Mais vigilância em Niterói

Augusto Aguiar –

Oficialmente, desde a manhã desta terça-feira (09), Niterói passou a dispor de um moderno e operacional sistema de câmeras de vigilância integrando a cidade numa Sala de Operações e Gerenciamento de Crises, instalado no 12º BPM. Com a presença de autoridades civis e militares, o sistema, em parceria com a Associação Viver Bem, colocou o município na vanguarda da integração entre as forças de segurança e auxiliares na Região Metropolitana. Com pelo menos 300 câmeras em operação, com imagens em tempo real sendo transmitidas para o centro, o investimento do novo sistema foi orçado em cerca de R$ 6 milhões e quilômetros em fibra ótica.

“É um dia muito especial para nós. Estamos dando um passo muito importante. É um marco de inclusão na modernidade e no universo tecnológico. Iniciamos o segundo semestre de nosso trabalho com um parque tecnológico. Esperamos maiores resultados na melhoria do patrulhamento da cidade. Agradeço ao apoio que nos foi dado. São 300 câmeras de monitoramento para Niterói, sendo 160 geradas para o 12º BPM. Destacamos a parceria com a Associação Viver Bem, caso contrário seria impossível. A integração é um dos fatores primordiais para esse trabalho. A inauguração da sala de operações é a concretização de um sonho”, afirmou o comandante do 12º BPM, coronel Márcio Rocha.

Importantes órgãos da sociedade civil e de gestão, como o Sindilojas, foram determinantes na parceria que tornou o sonho de uma cidade mais e melhor patrulhada pelo moderno sistema. “O Viver Bem nasceu do amor no coração, e da vontade de que podemos acreditar e fazer mais. Conseguimos fazer hoje o que é possível, mas acreditamos que podemos fazer mais. Acreditamos que quanto mais pessoas estiverem vendo as câmeras, melhor. Estamos com uma nova missão pela frente. Quero fazer pela minha cidade onde nasci e fui criado”, declarou o presidente da Associação Viver Bem, Felipe Reis.

Na Sala de Operações permanecerão dois policiais militares durante 24 horas analisando imagens e monitorando a cidade e dois operadores da Associação Viver Bem. De acordo como comandante do 12º BPM e do presidente da Associação Viver Bem, a participação de grupos de whatsapp também serão importantes na integração de informações para detecção de ocorrências e (junto às imagens) e na velocidade do deslocamento policial, sem contar as imagens serão gravadas. Essa integração se estenderá, de acordo com o 12º BPM e o Viver Bem a outros órgãos envolvidos também diretamente coma segurança, como a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Ecoponte. No sentido de expansão, Felipe Reis afirmou que o sistema de câmeras em breve atuará plenamente também em São Francisco, onde monitores já estão instalados e essa tendência segue em direção ao município vizinho de São Gonçalo, onde os entendimentos com a área de segurança já começaram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − dez =