Mais pessoas poderão ter acesso ao Bolsa Família

Foi anunciado na quarta-feira (16) que o Bolsa Família, criado pelo governo como um programa de auxílio emergencial para atender a população durante a pandemia, pode ficar maior e atender mais pessoas em 2021. O secretário do Tesouro Nacional, Bruno Funchal disse que uma eventual ampliação do programa deverá respeitar o teto de gastos e só ocorrerá se houver recursos disponíveis.

“É um programa que tem funcionado. Se houver necessidade, é óbvio, respeitando nosso limite de gastos e a realocação do orçamento, [o Bolsa Família] pode ser, sim, revisto para cima”, disse Funchal explicando que a verba para ampliar o programa viria do remanejamento de outras rubricas do Orçamento de 2021.

Ele ressaltou ainda, que a proposta do Orçamento de 2021, em tramitação no Congresso, prevê aumento de R$ 5,4 bilhões na dotação do Bolsa Família em relação a este ano. “Esse aumento ocorreu pela expectativa de que, na esteira da pandemia da covid-19, mais famílias passem a se enquadrar nos critérios de admissibilidade do programa”, justificou Funchal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − 8 =