Mais jovens ganham chance do primeiro emprego

O Programa Nova Vida de Macaé incluiu, ontem, mais 14 adolescentes na sua atividade, que passa a contar com 149 meninos e meninas, com idades entre 14 a 18 anos incompletos. O total de vagas é de 150.

Para o coordenador do Nova Vida, Douglas Fontes, apesar da crise, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade está cumprindo seu papel. “São 100 inclusões em menos de seis meses”, justificou.

À medida que os jovens vão completando a idade limite, eles saem do programa, abrindo novas oportunidades para outros adolescentes inscritos no processo seletivo feito em 2016. Eles recebem meio salário-mínimo por mês para atuar como estagiários em secretarias da prefeitura e outros órgãos públicos, como o Fórum de Macaé.

Suas atividades de trabalho, quatro horas por dia, são realizadas sempre no contraturno da escola. Para permanecerem no programa não podem ter notas abaixo da média na instituição de ensino que frequentam. Com isso, os jovens ajudam nas atribuições financeiras em suas casas, por exemplo, na compra de roupas e materiais escolares.

Ajuda eficaz às famílias
Desta vez foram chamados 10 meninos e quatro meninas para o Nova Vida. De acordo com Gustavo Souza, de 15 anos, morador do Jardim Franco, com este seu primeiro emprego poderá ajudar sua mãe em casa.

Já Carlos Mendonça, de 15 anos, morador do Campo D’Oeste, todas as atuações no programa irão apoiá-lo para realizar seus sonhos de ser professor de Educação Física.

Erica Gonçalves, de 15 anos, diz que pretende crescer profissionalmente e, com o dinheiro que vai ganhar no Nova Vida, poderá investir em cursos de capacitação, de modo a ajudar seus pais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *