Mais de 300 quilos de cobre furtado são apreendidos em São Gonçalo

Ação da Polícia Civil, realizada nessa terça-feira (29), teve como objetivo desarticular quadrilha que derretia cobre obtido por meio de furtos de cabos de telefonia, em São Gonçalo. Os trabalhos foram coordenados pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). Uma pessoa foi presa em flagrante e grande quantidade de cobre foi apreendida.

Os agentes chegaram ao local após levantamento de informações da DRF. O homem foi localizado enquanto transportava o material ilícito. Ele responderá pelo crime de receptação qualificada, cuja pena pode chegar a oito anos de prisão. Mais de 370 quilos de cobre provenientes da incineração de cabos de telefonia foram apreendidos. Um homem foi preso em flagrante.

Ações policiais para coibir o furto e a receptação de equipamentos de concessionárias de serviços públicos continuarão por todo o Estado. A Polícia Civil ressalta que a subtração dos equipamentos, além de afetar a prestação de serviços essenciais, gera risco à população em geral.

Um dos exemplos de problemas provocados por furto de cabos de telefonia ou energia aconteceu no dia 6 de junho, quando um grande apagão atingiu a Ponte Rio-Niterói. Em nota, a concessionária Ecoponte esclarece que identificou nos últimos dias sucessivos furtos de cabos praticados por criminosos no trecho do Rio da Ponte Rio-Niterói e relatou o caso aos órgãos de segurança pública.

Já extravio de cabos de telefonia interfere diretamente na qualidade do serviço recebido pelos usuários. Sem os materiais, a conexão de internet fica mais lenta, a rede telefônica tem funcionamento prejudicado e, na pior das hipóteses, ambos os serviços podem ser até mesmo interrompidos parcialmente, até que as operadoras consigam repor os materiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + 13 =