Mais de 2.600 empresas já se cadastraram para acessar empréstimos do fundo Supera Niterói

Mais de duas mil e seiscentas empresas já se cadastraram na Prefeitura de Niterói para acessar a linha de crédito do fundo Niterói Supera. O fundo vai injetar R$ 150 milhões na economia da cidade para apoiar profissionais liberais, micro e pequenas empresas sediadas na cidade. Essas empresas poderão pegar empréstimos a juro zero em instituições financeiras credenciadas pelo município. O pagamento poderá ser feito em até 36 vezes, com seis meses de carência. Em pronunciamento nas redes sociais na noite deste domingo (26), o prefeito Rodrigo Neves ressaltou que a iniciativa é inédita no país.

“Qualquer prefeitura que tenha uma equipe empenhada pode implementar várias ações para ajudar as pessoas com ações simples para salvar vidas. Não há contradição entre salvar vidas e manter a economia de uma cidade de pé e nós estamos provando isso em Niterói”, afirmou o prefeito Rodrigo Neves.

A secretária municipal de Fazenda, Giovanna Victer, revelou que 2.609 empresas já se cadastraram desde a última sexta-feira (24) e que, agora, o Banco do Brasil vai procurar os empresários para a concessão dos empréstimos. O cadastro está aberto no site da Secretaria Municipal de Fazenda (https://fazenda.niteroi.rj.gov.br/fundoniteroisupera). Poderão ser beneficiadas pelos empréstimos para capital de giro microempresas e pequenas de pequeno porte; cooperativas ou associações de produção que congreguem pequenos produtores; profissionais autônomos e liberais. Será preciso ter registro e alvará de funcionamento ativo no Município de Niterói.

O fundo terá os seguintes limites para financiamento de capital de giro: até R$ 25 mil para profissionais autônomos e liberais; até R$ 50 mil para microempresas; até R$ 150 mil para cooperativas e empresa de pequeno porte com faturamento de até R$ 2,4 milhões; até R$ 250 mil para empresa de pequeno porte com faturamento superior a R$ 2,4 milhões até R$ 4,5 milhões.

Empresa Cidadã – A secretária Giovanna Victer também informou que o Programa Empresa Cidadã teve seu cadastro encerrado na sexta-feira passada, com um total de 2.167 empresas cadastradas. No programa Empresa Cidadã, a Prefeitura de Niterói pagará um salário mínimo, pelos próximos três meses, para até nove empregados de empresas, entidades religiosas e organizações sindicais com alvará na cidade, e que tenham até 19 funcionários. Como contrapartida, as empresas se comprometerão a não reduzir seu número de funcionários até outubro.

“Graças a essa iniciativa, 8.199 pessoas terão garantidos os seus empregos, já que a prefeitura pagara o equivalente a um salário mínimo para cada um deles. A primeira parcela do pagamento da folha de pagamento das empresas beneficiadas será depositada no dia 5 maio”, destacou Giovanna Victer.

Os 1.857 taxistas e motoristas de vans com direito ao auxílio emergencial de R$ 500,00, terão o primeiro depósito efetuado na próxima quarta-feira, dia 29 de abril.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + 19 =