Maior flexibilização em Niterói é aguardada para esta sexta-feira

As medidas restritivas adotadas em Niterói deram resultado no enfrentamento à pandemia. Esta afirmação tem como base os dados disponíveis no Painel de Análise Evolução Covid-19. Tendência de queda de casos vem sendo registradas nas últimas semana. A média de ocupação de leitos públicos e privados também vem caindo, encontrando-se no percentual de 68,4%. Individualmente, os leitos clínicos respondem por 59,9% das internações, e as UTI por 77,3%.

Com isso, a expectativa é de que, nesta sexta-feira, o prefeito de Niterói, Axel Grael, flexibilize ainda mais as restrições na cidade, não sendo descartada a possibilidade de redução da bandeira – atualmente vermelha para amarelo nível II.

O registro de novos casos por semana em Niterói vem caindo.

De 21 a 27 de março, semana em que teve início o superferiadão para pausa emergencial de atividades no estado, Niterói registrou – 497 novos casos, face à 586 contabilizados na semana anterior. Logo na semana seguinte, de 28 março a 03 de abril, houve leve redução, para 306 novos casos. Mais uma semana depois, de 04 a 10 de abril, nova queda: 204 novos casos. Na semana passada, (entre 11 e 17 de abril), a redução foi ainda maior: 67 novos casos.

O registro de óbitos acompanha a tendência de queda.

Na semana De 21 a 27 de março, foram 42 vidas perdidas. De 28 março a 03 de abril, o número de mortes caiu a 34. Na semana seguinte, de 04 a 10 de abril, nova redução de perdas de vidas para 28. Na semana passada, (entre 11 e 17 de abril), a redução foi ainda maior: 02 óbitos.

Os dados referentes à semana atual, cujo ciclo encerra sábado (24), ainda precisam ser atualizados.
Nesta sexta-feira, o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou a flexibilização de diversas restrições e anunciou a reabertura das praias de segunda a sexta-feira.

O QUE PODE NO AMARELO NÍVEL II

Aulas no ensino fundamental II, Médio e Superior;
Estabelecimentos de ensino de esportes, música, arte e cultura, cursos de idiomas, cursos livres, preparatórios e profissionalizantes e centro de treinamento e de formação de condutores;
Permanência de pessoas na areia das praias;
Bares, restaurantes do tipo buffet ou self service, quiosques em geral e casas de festa;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + 12 =