Magnólia Brasil é a campeã do Carnaval de Niterói 2020

O Carnaval niteroiense conheceu ontem as escolas de samba campeãs dos grupos A, B, C e D, que desfilaram na Rua da Conceição, no Centro. Pelo grupo A, a vencedora, que contou a história da Estácio de Sá, foi a Magnólia Brasil do Fonseca, na Zona Norte; pelo B, a Sabiá, pelo C, Amigos da Ciclovia e pelo D, Independentes do Boaçu.A apuração foi realizada na quadra do Clube Canto do Rio, com a presença de centenas de integrantes das agremiações que desfilaram. Em todos os grupos, a disputa foi acirrada pelas primeiras colocações e para evitar o rebaixamento.

A apuração começou pelo grupo de avaliação, o chamado grupo D. A disputa foi equilibrada entre Independente do Boaçu (176,10), Grilo da Fonte (174,4), União do Maruí (174,20) e Unidos do Castro (172,8).

No Grupo C, a disputa ficou entre a Ciclovia, Tá Rindo Porque, Grupo dos 15, Fora de Casa e Unidos do Barro Vermelho. A primeira obteve 178,40 pontos e subiu para o grupo B, onde desfila em 2021 junto com a vice-campeã, com 176,90. Segundo o regulamento, as escolas Grupo dos 15 (176,20), Unidos do Bairro Vermelho (173,30) e Fora de Casa (170,9) não serão rebaixadas, pois vão formar outro grupo no ano que vem.

O presidente da Ciclovia, Jorge Ricardo, de 24 anos, disse que a vitória é em homenagem ao pai Jorge Gabriel, de 58 anos, que está lutando contra um câncer.

“A Rua oito, no bairro Piratininga, está em festa e dedico essa vitória ao esforço da comunidade. Nunca perdemos a esperança, trabalhamos muito para conseguir esse resultado e a comunidade sempre esteve com a gente”, disse.

No Grupo B, a Sabiá logo confirmou o favoritismo e venceu com sobras. Obteve 178 pontos, à frente da vice-campeã, Combinado do Amor, com 177,30. As duas sobem para o Grupo A em 2021. As demais escolas foram: Banda Batistão (3º), com 176,10; Paraíso do Bonfim (4º), com 175,60; Bem Amado (5º), com 175,40; Balanço do Fonseca (6º), com 175,20; União da Engenhoca (7º), com 174,80; Cacique São José (8º), com 173,80; Galo de Ouro (9º), com 173,70 e Garra de Ouro (10º), com 172,00. Última colocada, esta foi rebaixada para o C.

Uma curiosidade é que a escola foi homenageada esse ano pela Amigos da Ciclovia e deu sorte: saiu vencedora do Grupo C.

“Foi a melhor felicidade do mundo. A gente realizou um Carnaval com muita dificuldade para levantar a escola que foi fundada em 1938 e merecíamos o título”, disse o carnavalesco da Sabiá, Paulo Cesar Lima.

A disputa pelo título do Grupo A foi quesito a quesito entre a Magnólia Brasil e Folia do Viradouro. Na reta final a escola do Fonseca conseguiu abrir e venceu com 179,30 pontos. A segunda ficou com 176,80. As demais foram: Unidos da Região Oceânica (3º), com 176.70; Experimenta da Ilha da Conceição (4º), com 175,90; Unidos do Sacramento (5º), com 175,90; Mocidade de Icaraí (6º), com 173,40; Souza Soares (7º), com 173,20, Alegria da Zona Norte (8º) com 173 pontos, Bafo do Tigre (9º), com 168,50 e Império de Araribóia (10º) com 143 pontos. As duas últimas foram rebaixadas para o Grupo B.

“Desde que a nossa escola foi fundada estamos correndo atrás deste título. Nosso foco sempre foi o de conquistar o Grupo A. Eu dedico essa vitória à minha equipe, a minha família e ao carnavalesco Roberto Oliveira, que trabalhou muito e ao meu lado”, festejou Paulo Renato Moura, o Renatinho, presidente da escola campeã. Em cada grupo as três primeiras receberam um troféu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *