Lote com joias de Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo é leiloado

Um novo lote de joias e relógios de luxo que pertenciam ao ex-governador Sérgio Cabral e da ex-esposa dele, Adriana Ancelmo, foram a leilão nesta sexta-feira (9) no Rio de Janeiro. O valor arrecadado pode chegar a R$ 1 milhão. O leilão precisou ser virtual por causa da pandemia.

Dividido em duas partes, o leilão teve início na quinta-feira (8), onde participantes tiveram acesso aos valores de cada joia e puderam dar lances e fechar negócios.

Os itens que se encontravam disponíveis eram nove relógios (sendo 3 da marca Rolex); 20 pares de brinco; duas pulseiras; sete anéis; dois colares (um de pérolas e outro de ouro); uma medalha com diamantes; e um par de abotoaduras.

No dia 15 de julho, acontece a segunda fase e o que não foi vendido no primeiro leilão entra no pregão com 20% de desconto em cima da avaliação.

Nesta primeira fase, foram arrematados três relógios Rolex, um deles foi vendido por R$ 170 mil, três vezes o valor que tinha sido avaliado. O outro foi arrematado por R$ 43 mil, e o terceiro por R$ 18 mil. Um par de brincos com diamantes em ouro rosé também foi vendido, por R$ 8.500.

O item mais caro do leilão não foi vendido. Trata-se de um anel de ouro branco, dezoito quilates, com rubis, avaliado em mais de R$ 106 mil. Por outro lado, um relógio de aço com pulseira de couro foi arrematado por R$ 180. Este foi o valor mais barato negociado no leilão.

O ex-governador Sérgio Cabral está preso desde novembro de 2016. Ele tem vinte condenações na Lava Jato. As penas já chegam a quase 400 anos de prisão. Além dele, Adriana Ancelmo, também foi condenada e está em prisão domiciliar há quatro anos

Todo o valor arrecadado com o leilão vai para um fundo da Justiça Federal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.