Livro exalta a beleza e os desejos da vida

Por meio de palavras, apresentar sentimentos que transmitem sensualidade, beleza e prazer pela vida. Essa é essência dos poemas de Líria Porto em seu novo livro “Cadela Prateada”. Com leveza e intensidade, sem medos ou tremores, a poeta desnuda seus desejos e pensamentos sem os velhos clichés usando como inspiração a luz prateada da lua.

Publicado pela editora Penalux, a obra pretende passar ao leitor a visão de mundo da autora. Longe de ser seca e fria, a poesia de Líria Porto exala o lirismo profundo e sutil, sem qualquer melodrama pegajoso ou expressões “batidas”, para revelar as verdades do mundo, como a importância do amor e do sexo para a vida de qualquer pessoa.  

O crítico, escritor e poeta Paulo Bentancur, autor do prefácio, destaca que a poesia de Líria não é nada tímida e ainda consegue transmitir a libertinagem que não abre mão da alma e um lirismo que por intenso não apaga o rastro de fogo que em nós se alastra.

Para os editores Tonho França e Wilson Gorj, a escritora consegue expor, por meio de palavras muito bem escolhidas, a beleza do mundo e da vida nos seus pormenores, sem timidez ou singela quietude. Segundo eles, Líria coloca todas as cartas na mesa, através de imagens surrealistas e metáforas impensáveis. “Tudo isso de maneira escancarada, sensual, leve e profunda”.

Líria Porto é professora, poeta, dois livros editados em Portugal (Borboleta Desfolhada e De Lua) e dois no Brasil (Asa de Passarinho e Garimpo – finalista do prêmio Jabuti 2015). Autora do blog Tanto Mar, participa de vários sites, jornais e revistas na internet, entre eles Escritoras Suicidas, Germina Literatura, Zunái, Blocos Online, Considerações do Poema, Poesia Perfeita e Mallarmargens. Reside em Araxá, interior de Minas Gerais. O livro está sendo vendido por R$ 32.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *