Limpeza na área comum do ‘Prédio da Caixa’ é concluída

Após a reabertura do Edifício Amaral Peixoto, conhecido como “Prédio da Caixa”, no Centro de Niterói, na última terça-feira, o espaço continua fechado e a limpeza das partes comuns já foi encerrada. O promotor Luciano Mattos, à frente da ação que pediu a interdição do prédio, confirmou que está sendo planejado a entrega dos pertences dos moradores do edifício. Uma viatura do 12º Batalhão de Polícia Militar de Niterói (BPM-Niterói) continua fazendo a proteção do imóvel, que agora está lacrado com um portão de ferro e dois cadeados.

O promotor frisou que ainda vai divulgar uma data para entrega dos pertences. A dona de casa Lindalva Carvalho Borges, 62 anos, está ansiosa para conseguir voltar para o seu apartamento.

“Morava há cinco anos no prédio e eu estou com meus pertences lá dentro e estou muito apreensiva para retornar. Atualmente estou morando em um apartamento na Rua Coronel Gomes Machado e eu acho que vai demorar muito para eu receber meu apartamento. Gostaria que tivesse a reforma mas acho que uma boa conversa poderia ter resolvido sem a interdição do edifício”, ponderou.

A Prefeitura de Niterói informou através de nota que o processo de desapropriação do Edifício Amaral Peixoto será iniciado no primeiro semestre deste ano. O objetivo é fazer no espaço moradias de interesse social, além da instalação de órgãos públicos municipais nos primeiros andares do prédio. A Prefeitura vai desenvolver um projeto arquitetônico para o local.

A Prefeitura informou ainda que os proprietários serão indenizados no processo de desapropriação. Além disso continuará honrando, mensalmente, o benefício assistencial no valor de R$ 782,69 às 160 famílias cadastradas, conforme decisão judicial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + 5 =