Lentidão para quem busca praias da Região dos Lagos

Véspera de carnaval e o movimento nas estradas da região só aumenta. Ontem na BR-101, o fluxo de carros em direção a Região dos Lagos foi tranquilo até o início da tarde. Por volta das 19 horas já havia 27 quilômetros de lentidão na pista sentido Itaboraí.

A Autopista Fluminense, responsável pela administração da rodovia, prevê a passagem de 1,2 milhão de veículos entre ontem e 5 de março. Os usuários contarão com uma faixa reversível na pista sentido Espírito Santo a partir da praça de pedágio de São Gonçalo (km 299) até o início do Contorno de Itaboraí (km 291). Durante o dia, os usuários trafegarão em três faixas de rolamento, em vez das duas atuais. Não serão permitidas manobras de retorno e guinchos estarão de prontidão para atendido exclusivo neste trecho.

Ainda nestes dois dias, entre o km 295 e o km 290, na região de Itaboraí, em comum acordo com a Polícia Rodoviária Federal e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o acostamento da rodovia poderá ser utilizado como faixa adicional pelos usuários na pista sentido Espírito Santo.

A maior concentração de tráfego deve acontecer entre Niterói e Itaboraí, Rio Bonito e Casimiro de Abreu. Na saída para o carnaval, a expectativa de maior movimentação é para hoje, com 98 mil veículos. No retorno, o pico esperado é para quarta-feira de cinzas, com 118 mil veículos. Painéis de mensagens variáveis, 6 fixos e 10 móveis, informarão aos condutores as condições da rodovia.

Na RJ-104, que liga Niterói a São Gonçalo, o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado (DER-RJ) começou a cobrir os radares eletrônicos da via para minimizar os congestionamentos, já que é esperado um aumento de 30% no volume de veículos. Os radares voltam a funcionar no dia 3 de março.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) vai intensificar a fiscalização em mais de 1,5 mil quilômetros das rodovias federais que cortam o estado do Rio a partir da hoje. Radares portáteis serão usados nos trechos com maior incidência de desrespeito aos limites de velocidade. Haverá atenção especial para coibir ultrapassagens forçadas ou em locais proibidos. Além disso, a fiscalização de motocicletas será um dos focos durante o período. Grande parte dos acidentes graves ocorre com o envolvimento de motos.

Serão utilizados bafômetros para fiscalizar os condutores suspeitos de embriaguez. Quem for flagrado, será autuado com penalidade de multa no valor de R$ 2,9 mil e suspensão do direito de dirigir. De acordo com o teor alcoólico, o motorista ainda poderá ser preso.

Rodoviária
Na Rodoviária Roberto Silveira, Centro de Niterói, outro importante escoamento de foliões, a expectativa também é grande. Segundo o administrador do local, Walter Gentile de Melo Filho, são esperados 59 mil passageiros, porém, ele acredita que o retorno seja o ponto forte no movimento, já que a crise financeira e falta de folia em algumas cidades, como em Vitória (ES), irá trazer muita gente destes locais para as cidades da região.

“A expectativa é mais para a volta, na quarta-feira de cinzas. Acredito que se a crise não estivesse tão séria este número seria muito maior, chegando a 70 mil pessoas”, comentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *