Largada para o alargamento da Marquês do Paraná

Raquel Morais –

No aniversário de Niterói (22) também teve comprometimento do poder público com projetos de expansão na cidade. Foi assinado, no Solar do Jambeiro, a ordem do início das obras de alargamento da Avenida Marquês do Paraná, no Centro. A mudança viária promete melhorar a fluidez do trânsito de quem segue do Centro para Icaraí. O mergulhão Ângela Fernandes diminuiu o fluxo de veículos nesse local, mas o aumento de mais duas pistas promete melhor tráfego.

A obra custará R$ 1.448.191,92 e terá prazo de execução de quatro meses, com recursos do setor privado, conforme um modelo de gestão francês. “Essa obra não vai contar com recursos da prefeitura. Atrair investimento e captar recursos e isso vai ser custeado com recursos da outorga do setor privado. Serão demolidos três prédios na esquina da Rua Doutor Celestino, praticamente em dois deles já estão concluídas as desapropriações. Com isso vamos resolver um dos principais gargalos do trânsito em Niterói”, pontuou o prefeito Rodrigo Neves.

Para as intervenções mais de 50 desapropriações terão que ser feitas e já estão em negociação pela Prefeitura de Niterói, conforme informou que a Procuradoria-Geral do Município, que vão até abril de 2018. Ainda segundo a prefeitura, não haverá demolição até que todos os moradores deixem os imóveis.

“Sobre as desapropriações tivemos uma experiência muito boa com a obra da TransOceânica. Essas são feitas através de um valor justo e de mercado, e o cálculo atual está sendo aceito por todos os moradores. Para os engenheiros e arquitetos é muito gratificante ver os projetos saindo do papel”, reforçou Vicente Augusto Temperini, secretário municipal de Obras e Infraestrutura (SMO).

Além da criação das duas pistas na Avenida Marquês do Paraná também será construída uma ciclovia que ligará Icaraí ao Centro, além de praça nova e calçadas com acessibilidade.

“A Ponte Rio-Niterói foi inaugurada em 1974 e em 75 a Prefeitura de Niterói tinha feito um plano de alinhamento, que previu o alargamento da Rua Jansen de Melo até a Miguel de Frias. Nas últimas décadas isso foi feito, mas nos últimos vinte anos esse plano ficou esquecido. Agora estamos terminando esse projeto que é muito importante para a cidade. Além dos automóveis, os ciclistas também vão ser beneficiados e isso vai melhorar a vida de quem usa o transporte público, com menos congestionamentos”, explicou o secretário municipal de Urbanismo, Renato Barandier.

LINHA DO TEMPO

1975 – Prefeitura de Niterói elaborou um plano de alinhamento onde constava o alargamento da Avenida Marquês do Paraná

23/06/2017 – Início das desapropriações das residências no entorno do local

22/11/2017 – Assinatura do início da obra de alargamento

Última semana de novembro/2017 – Montagem de canteiro

Abril/2018 – Mês limite para conclusão das desapropriações

2º semestre de 2018 – Conclusão da obra de alargamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *