Justiça veta baile de Carnaval no Canto do Rio

Pedro Conforte –

A Justiça proibiu que o clube Canto do Rio realize um baile de Carnaval programado para acontecer hoje. Isso porque a documentação junto aos Bombeiros e outros órgãos de fiscalização não está em dia. Em seu site o Canto do Rio informou que “por motivo de força maior teremos que cancelar o Baile à Fantasia programado para o dia 28/02”.

A decisão foi expedida pela 8ª Vara Cível. Na ação movida pelo Ministério Público, é pedido que o clube não realize “promoção ou celebração de contrato de cessão de espaço físico para atividades de diversões públicas, com apresentação de música ao vivo, até a regularização de todas as documentações necessárias junto ao Corpo de Bombeiros do Estado e outros órgãos fiscalizadores competentes, para garantir a segurança dos consumidores”.

Na última segunda-feira, o MP apresentou uma petição lembrando que o Canto do Rio já estava interditado por conta de uma sentença judicial de 2013. “Mas, apesar disso, continua realizando eventos abertos ao público, inclusive com cobrança de ingresso. No sábado, dia 23 deste mês, realizou o Baile da Tropicália, de Carnaval, conforme consta no próprio site do clube, onde também está disponível anúncio de Baile de Carnaval à Fantasia, agendado para a quinta-feira (28/02), já com informação sobre a venda dos ingressos”, esclareceu o Ministério Público.
Em seu site, em uma nota assinada pela Diretoria Executiva, o clube confirma o cancelamento e afirma que uma nova data será marcada para o evento, “em data oportuna”. Além disso pediu desculpa por conta do transtorno.

Até que seja normalizado a documentação a justiça determinou uma multa de R$ 200 mil por acada evento realizado. Por conta do evento do último sábado a Justiça determinou que o Canto do Rio terá que pagar uma multa de R$ 100 mil. Até o fechamento desta edição, o Canto do Rio não se posicionou sobre o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 1 =