Justiça arquiva processo contra acusado de tráfico na Região Oceânica

Foi arquivado processo contra Gustavo Mendes Dionysio, de 33 anos, referente à acusação em que foi apontado pela Polícia Civil por tráfico de drogas na Região Oceânica de Niterói. A decisão foi assinada pelo juiz Aylton Cardoso Vasconcellos, da 2ª Vara Criminal de Jacarepaguá.

Segundo a assentada, o MP requereu a desclassificação dos fatos atribuídos na denúncia de tráfico de drogas para  condutas de adquirir, guardar, ter em depósito, transportar ou trazer consigo, para consumo pessoal, em consequência, apresentou proposta de transação penal, que foi aceita por Gustavo, os demais réus no processo e os defensores.

Ainda de acordo com o magistrado, as três meses em que Gustavo ficou preso, entre agosto e novembro de 2020, serviram como transação penal e, com isso, foi levada à extinção da punibilidade. Consequentemente, foi expedido alvará de soltura em relação a Gustavo. Na sequência, foi determinado o arquivamento do processo.

Recordando

Gustavo Mendes Dionysio foi preso, em agosto de 2020, na Rua Estela Duval, em Jacarepaguá, no Rio, por policiais civis da 81ª DP (Itaipu). Segundo a especializada, ele foi acusado de infringir a Lei de Drogas. Ainda segundo informou, á época, a especializada, ele cultivava cerca de 50 pés de maconha com direito a luz artificial para incentivar o desenvolvimento das plantas, que, ainda de acordo com a polícia, seriam destinadas à Região Oceânica de Niterói.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + treze =