JOURDAN AMÓRA: AS SEMENTES SÃO BOAS (V)

Niterói pode orgulhar-se do grande número de médicos aqui formados e que, em alguns casos, integram irmandades orgulhosas de seus pais, também médicos. Sempre na busca do conhecimento e do intercâmbio, muitos deles acabaram sendo atraídos para atuarem em grandes centros científicos do Brasil afora ou do exterior. E há, até, quem seja membro titular de rigorosa banca examinadora de universidades norte-americanas.
Aqui, já nos anos 1960, um médico, Romeu Marra, propôs ao deputado-médico João Kiffer Netto uma lei tornando obrigatória a emissão do “Cartão de Vacina”. Esta proposta, já com os recursos da internet e aprimorada, foi viabilizada na Suécia, na fase 70/80. A medida praticada no modelar Hospital Karollynska, em Estocolmo, foi trazida para para Niterói, onde já existia o SUS. Mas a sua aplicação não tem o êxito europeu, já que não se reporta aos exames e diagnósticos anteriores dos pacientes, para facilitar o seu socorro e reduzir custos com repetitivos exames não alteráveis. Isto encarece os planos de saúde e não ajuda na rapidez do socorro médico.
Na alegria das comemorações pelas boas sementes que vicejaram em Niterói encerramos esta série lembrando o significado do surgimento do Hospital Icaraí, idealizado para obedecer um padrão europeu de qualidade. Quiz o destino que esta semente fosse plantada no solo fértil que serviu de moradia para o médico Calixto Nami Kalil, profissional consagrado como um dos melhores gestores do Hospital Antonio Pedro, na sua época, e que, integrou a Assembleia Legislativa do antigo Estado do Rio, quando ali atuavam figuras de alta respeitabilidade.
É de se imaginar a grandeza do sonho do médico José Egydio Tinoco e de sua equipe em se dedicar à construção de um prédio com mais de 12 pavimentos, não como investimento especulativo nos mercados imobiliários ou financeiro, mas num desafiante projeto em busca dos mais avançados equipamentos e na formação das melhores e mais variadas equipes de atendimento, num setor permanentemente alvo da descrença dos que não sabem criar. E lá é uma casa onde também são chamados a atuar renomados médicos que já atuavam com seus pacientes particulares.
Já com 300 leitos, o Hospital Icaraí atenderá à grande procura, com a previsão de ampliação de mais 100 leitos.

  • Republicado de 16 de junho de 2020

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 1 =