Jornalista americano é morto no conflito entre Rússia e Ucrânia

Brent Renaud, 50, foi baleado e morto na cidade de Irpin, perto de Kiev, capital da Ucrânia, neste domingo (13). A informação ofi divulgada primeiramente pela agência de notícias Reutesrs, através do chefe de polícia da região, que afirmou ele foi alvejado por soldados russos.

No entanto, a autoria do disparo ainda não foi confirmada. Outro repórter, que estava com o jornalista morto, também foi atingido, e levado para um hospital em Kiev.

Segundo o jornalista brasileiro, Yan Boechat, e que está na mesma região, não tem como precisar, a princípio quem matou o jornalista. Renaud foi encontrado longe da última linha de confronto entre russos e ucranianos, de acordo com o relato do colega, que também foi baleado. O disparo pode ter sido tanto dos invasores, quanto de ucranianos assustados com a ofensiva russa, que atacava pelos flancos.

Brent Renaud foi encontrado com um crachá do New York Times. O jornal, em nota, manifestou “tristeza profunda” pelo profissional que trabalhou no jornal há alguns anos. Mas não estava cobrindo a guerra da Ucrânia, para o veículo de comunicação.

O Governo dos Estados Unidos ainda não se manifestou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.