Jesus espera contar com Gabigol em clássico

Em recuperação da lesão muscular que o tirou da equipe, o atacante Gabigol tem chances de voltar ao Flamengo no clássico deste sábado, em Brasília, diante do Vasco. Artilheiro do Campeonato Brasileiro, Gabriel já iniciou o trabalho de transição e o técnico Jorge Jesus espera que o atleta possa treinar normalmente durante a semana.

Lincoln também pode ser liberado para as atividades junto com os demais companheiros. O meia Diego e o ponta Vitinho seguem fora dos planos. O camisa 10 se recupera de uma cirurgia e só deve retornar no ano que vem, enquanto Vitinho só deve retornar no início de setembro.

O aproveitamento de Rodrigo Caio contra o Vasco ainda vai depender da evolução do ex-jogador do São Paulo. O zagueiro já iniciou os trabalhos com a preparação física no gramado e sua presença no próximo jogo ainda parece difícil.
Quem não tem chances de participar do duelo contra a equipe de São Januário é o lateral-direito Rafinha, advertido com o terceiro cartão amarelo na vitória do último sábado diante do Grêmio. Rodinei deve ser o escolhido para substituir o titular.
Para o técnico do Flamengo, Rafinha tem tido um desempenho muito bom, mas sua ausência não vai causar problemas ao sistema tático da time porque Rodinei é capaz de fazer a mesma função com rendimento semelhante ao do titular.
Com a semana livre para os treinamentos, Jorge Jesus espera evolução física e técnica em relação aos últimos jogos.

Conciliação
A audiência de conciliação entre o Flamengo e a força-tarefa do Ministério Público do Trabalho (MPT), realizada na manhã de ontem no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), para discutir o valor da indenização aos familiares das vítimas do incêndio no Ninho do Urubu, terminou sem acordo.

Uma nova audição foi marcada para o dia 29 de agosto, às 14h30min (de Brasília) e terá a presença da Procuradoria e da Defensoria do Estado, segundo decisão do juiz Múcio Borges, conciliador do caso. Foi o quarto encontro realizado para debater o problema e a solução ainda parece distante.

O MPT está pedindo o bloqueio de bens do clube – congelamento de R$ 100 milhões – para garantir as indenizações das dez vítimas e dos demais feridos no incêndio ocorrido do último dia 8 de fevereiro, nas dependências do CT do Ninho do Urubu. A expectativa do Ministério Público é de que os representantes do Flamengo tragam uma proposta, o que ainda não aconteceu nos encontros anteriores.

Em entrevista coletiva, após a audiência, Múcio Borges disse que a negociação é difícil e que a conciliação é a forma mais rápida para resolver uma questão que pode se arrastar por muitos anos. Ele explicou que o clube fez alguns acordos individuais com parentes das vítimas, o que torna a questão ainda mais complicada, porque a justiça ainda não sabe quando o Rubro-Negro vai pagar de indenização.
“A partir do momento que tivermos conhecimento desse valor, talvez o Flamengo possa usar como parâmetro para outras famílias”, comentou a autoridade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *