Janeiro Branco: saúde mental dos pets também merece atenção

A saúde mental tem sido bastante discutida, por médicos e pela sociedade como um todo, especialmente depois de um período atípico, como foram os anos de 2020 e 2021. E, para jogar mais luz sobre o tema e trazer à reflexão a importância de cuidar das emoções, desde 2014 o Brasil realiza a campanha “Janeiro Branco”.

O mês foi escolhido justamente por ser quando as pessoas pensam em suas resoluções para o ano novo. Mas não apenas os humanos precisam de atenção quando o assunto é saúde mental. Os pets também. E cabe aos tutores dedicarem este cuidado especial aos seus pets!


Todas as necessidades de um pet, desde as fisiológicas até as emocionais, são igualmente importantes. Embora seja necessário, num primeiro estágio, satisfazer as necessidades mais essenciais, as emoções podem determinar o bem-estar de um animal de estimação e, portanto, sua felicidade.

“Traumas, abandono, chegada de um novo integrante na família, mudança de ambiente e solidão são algumas das causas da depressão nos pets. A tristeza profunda acomete cães e gatos que passam por experiências difíceis, grandes sustos ou que ficam muito tempo sozinhos. Cada animal responde de uma forma a esses fatos”, explica o especialista Gustavo Drummond, veterinário e responsável técnico da veterinária online Petner.


Ao notar qualquer mudança no pet, seja física ou de comportamento, o recomendado é consultar o veterinário imediatamente. “Muitos desses sintomas estão relacionados a outras doenças mais graves, que exigem tratamento imediato, o que comprova a importância do animal estar sempre com as vacinas em dia e frequentar um
especialista regularmente”, alerta o veterinário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.