Jair Ventura pode mudar esquema do Botafogo, mas faz mistério

O técnico do Botafogo, Jair Ventura, comandou um trabalho tático na manhã desta quinta-feira, em General Severiano, dando sequência à preparação para o confronto com a Chapecoense na próxima quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), na Arena Botafogo, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador não quis antecipar a escalação e fez alguns testes, porém, deixou em aberto a possibilidade de o esquema com três volantes ser deixado de lado.

A ideia do treinador é melhorar a criatividade do time, uma vez que o ataque passou em branco nos dois últimos jogos, nos empates contra Coritiba e Flamengo. Assim, o lateral esquerdo Diogo Barbosa, que entrou no decorrer do segundo tempo do clássico, deverá ganhar uma chance entre os titulares. O jogador vinha se recuperando de uma entorse no tornozelo esquerdo.

Com Diogo Barbosa entre os titulares, o time ganha movimentação ofensiva, inclusive pelo lado esquerdo, com ele formando o setor com o lateral Víctor Luís, que atravessa um grande momento. Porém, a entrada de Diogo vai forçar obrigatoriamente a saída de um dos volantes. Como Aírton tem posto assegurado, a disputa pela outra vaga de volante ficaria entre Bruno Silva e Rodrigo Lindoso.

No ataque, Rodrigo Pimpão e Neilton estão confirmados, pois Sassá terá que cumprir suspensão por conta do terceiro cartão amarelo recebido diante do Flamengo.

Dessa maneira, o esboço de time para a partida contra a Chapecoense teria: Sidão; Alemão, Emerson Santos, Joel Carli e Víctor Luís; Aírton, Bruno Silva (Rodrigo Lindoso), Camilo e Diogo Barbosa; Neilton e Rodrigo Pimpão. Nesta sexta-feira, o elenco treina na parte da manhã.

Rumores – Fora de campo a diretoria segue trabalhando na formação do elenco para a próxima temporada. Nesta quinta-feira surgiu na imprensa o suposto interesse no atacante argentino Hernán Barcos, que já teve passagens por Palmeiras e Grêmio. Atualmente o jogador está emprestado ao Vélez Sarsfield, que passa por um mau momento no Campeonato Argentino. O Sporting de Portugal é o dono dos direitos federativos do jogador. Porém, dificilmente a transação vai evoluir, uma vez que alguns conselheiros entendem que o investimento seria alto em um atleta veterano e que no passado já recusou uma proposta botafoguense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × três =