Itaipu concentra 45% dos roubos a residências

Augusto Aguiar

De janeiro a agosto desse ano o município de Niterói registrou, de acordo com dados do Instituto de Segurança pública (ISP), 42 ocorrências de roubos de residências nas delegacias que servem a cidade – 76ª DP (Centro), com duas ocorrências, 77ª DP (Icaraí), três ocorrências, 78ª DP(Fonseca), cinco ocorrências, 79ª DP (Jurujuba), 13 ocorrências, e 81ª DP (Itaipu), 19 ocorrências. Os números do mês de setembro não foram divulgados pelo ISP.

Com relação às ocorrências registradas na Região Oceânica, a 81ª DP (Itaipu), o titular da distrital, delegado Lauro Rangel, informou no início deste mês que a unidade “tem empreendido esforços no combate aos assaltos a residência ocorridos na região”. Destacou que, com relação aos casos registrados neste ano, “40% já foram solucionados e diligências estão em andamento para identificar os autores nas demais hipóteses, bem como identificar os receptadores dos produtos roubados”.Também foi explicado que um trabalho de inteligência vem sendo realizado para identificar as quadrilhas atuantes na região, além de manter contato frequente com outras delegacias com o objetivo de verificar a atuação dos criminosos em outras regiões.

A delegacia criou um banco de dados com as fotos dos autores (já identificados) para que outras vítimas possam ser submetidas a reconhecimento. O cidadão que eventualmente venha a sofrer um assalto a sua residência deve preservar o local e acionar imediatamente a polícia. Equipe técnica composta por peritos criminais e papiloscopistas irá periciar o local a procura de vestígios que auxiliem na identificação da autoria do crime. É muito importante o registro de ocorrência que pode ser feito na própria 81ª DP, em qualquer delegacia do Estado e através do registro on-line pelo site https://dedic.pcivil.rj.gov.br/ou pelo aplicativo da Delegacia On-Line disponível para download na AppleStore e na PlayStore.

Quem tiver qualquer informação que possa contribuir com o trabalho da Polícia Civil e identificar os autores destes crimes pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cidadão (CAC) pelos telefones (21) 2334-8823 e 2334-8835 ou pelo chat https://cacpcerj.rj.gov.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *