Itacoatiara Big Wave 2021 inicia competição de ondas grandes na Região Oceânica

Atletas de elite, brasileiros e estrangeiros, estão disputando as provas, que podem ser acompanhadas pela internet

A Praia de Itacoatiara, na Região Oceânica de Niterói, recebe nesta terça-feira (20) o início da tão aguardada competição de surfe de ondas grandes, o Itacoatiara Big Wave. O torneio conta com os principais nomes da modalidade, como Lucas Chumbo, Pedro Calado, Gabriel Sampaio, Pedro Goulart e Gilmar Catelani. Os atletas pegaram ondas tubulares pesadas de até 4 metros. O campeonato, que está sendo apresentado pela Prefeitura de Niterói, através da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Niterói (Smel), e pela Enel do Brasil, conta com apoio da Arenque Surfboards, IBMR Centro Universitário, Organics e E.Vianna Personal.

Lucas Chumbo, campeão mundial de ondas grandes, foi um dos participantes da janela de abertura da competição. Ele comentou o que significa surfar na praia mais famosa da Região Oceânica sem poder contar com a presença do público por causa da pandemia.

“Itacoatiara é um lugar muito especial para mim. Sem público é diferente, falta o calor humano, mas o importante é que estamos aqui podendo trabalhar, pegar uma onda gigante. Agora vamos ver no que vai dar”, disse, otimista.

Foto: Matheus Couto

Gilmar Catelani conta que as ondas de Itacoatiara são perfeitas para competições deste tipo.

“Esse formato é diferente, mas estamos muito felizes de estar aqui. Hoje moro nas Ilhas Canárias e sempre acompanho a evolução do surfe em Niterói, que só tem craque. Essas ondas grandes em Itacoatiara são excepcionais. É um prazer poder estar nessa praia”, afirmou.

O niteroiense Gabriel Sampaio elogiou o formato adotado pelo torneio.

“Esse novo formato do Big Wave está bem bacana, vamos ter as duas melhores notas até o final, com tempo para a comissão julgadora. Niterói é berço do surfe e vamos cada vez mais levantar o esporte na nossa cidade”, comentou Gabriel.

O campeonato está sendo realizado no formato digital pela primeira vez no Brasil. Seguindo os protocolos sanitários de combate à pandemia, somente os surfistas, cinegrafistas e equipes de apoio que fizeram teste de Covid-19 podem participar da competição. A permanência dos atletas no mar está condicionada ao horário autorizada pela prefeitura entre 6 e 10 horas. Não há público presencial, mas os fãs do esporte podem acompanhar o Itacoatiara Big Wave 2021 pelo Instagram no perfil @itacoatiarabigwave e também no portal Waves (www.waves.com.br).

Foto: Matheus Couto

O secretário municipal de Esportes e Lazer, Luiz Carlos Gallo, relembra que em 2018 esteve em Nazaré para aprofundar o conhecimento sobre essa modalidade de surfe e aperfeiçoar essa versão para a cidade.

“Niterói é um celeiro de craques e já sediou, com sucesso, diversos eventos esportivos. É um município que respira esporte. Quando visitei Nazaré, queria entender como funcionava esse outro lado do esporte, para podermos adaptar e dar apoio para a organização dos torneios de ondas gigantes na cidade. Mais uma vez teremos a presença de atletas consagrados mundialmente disputando provas de surfe em Itacoatiara, só que nesse momento com formato digital. Os organizadores estarão transmitindo on-line para que o público possa assistir sem sair de casa e, com isso, evitamos aglomerações. No local da disputa, fazemos questão de que todos os protocolos sejam cumpridos”, explicou o secretário.

Vídeo: Matheus Couto

A janela das competições abriu nesta terça-feira (20) e vai até 30 de setembro. Os atletas deverão fazer as filmagens e enviar para a organização do evento. Após o encerramento da janela, o material será julgado por uma comissão de arbitragem profissional, utilizando os critérios adotados pela Liga Mundial para o surf de ondas grandes. O resultado será anunciado até outubro. Ao todo, serão distribuídos R$ 50 mil em prêmios, divididos entre os surfistas e seus cinegrafistas.

O campeonato ocorre durante o inverno, estação em que, tradicionalmente, Itacoatiara recebe grandes ondulações. O local tem se consolidado nos últimos anos como praia de referência no surf de ondas grandes no Brasil e atrai atletas da elite da modalidade.

Foto: Matheus Couto

O Itacoatiara Big Wave 2021 segue a orientação do Plano de Transição para o Novo Normal do município estabelecido pelo Decreto Municipal no 14.047/2021, em especial o horário de liberação de Itacoatiara entre 6 e 10 horas. Além disso, os atletas deverão realizar testes para Covid-19 caso pretendam participar da competição, como determina o protocolo sanitário do evento.

“Itacoatiara tem vocação natural para o surfe de ondas grandes, pelas ondulações potentes e tubulares que recebe. O Brasil é a maior potência mundial no esporte na atualidade e temos também atletas na elite do surfe de ondas grandes. O campeonato contribui para o desenvolvimento do esporte e consolida Itacoatiara como referência nacional no surfe de ondas grandes”, ressaltou Alexey Wanick, presidente da Associação de Surfe de Ondas Grandes e Tow In de Niterói.

A competição tem o apoio da Enel Distribuição Rio, subsidiária da multinacional italiana Enel. A diretora de comunicação da empresa, Janaína Vilella, afirmou que o patrocínio buscar reforçar o compromisso da marcar com todos os esportes.

“Este patrocínio é um exemplo do compromisso da Enel com o incentivo ao esporte e, além disso, dá destaque para o surfe como prática esportiva completa, apoiando atletas e promovendo a igualdade de gênero no segmento”, ressaltou Janaina.

Foto: Matheus Couto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × cinco =