O prefeito de Niterói, Rodrigo neves, acaba de anunciar na live diária desta quinta-feira (14/05), que o decreto de isolamento social será prorrogado até o dia 20 de maio. Anunciou também, conforme A TRIBUNA antecipou na terça-feira, que no dia 21 começa o programa de flexibilização das atividades no município.

Serão liberadas atividades físicas individuais nos calçadões e nas praias, que deverá ocorrer em 2 turnos de horários, para a prática de caminhadas e exercícios, um na parte da manhã e outro no fim da tarde, com os devidos cuidados, como a obrigatoriedade do uso de máscaras. Além disso, será autorizado o funcionamento de consultórios médicos e odontológicos; oficinas mecânicas e lojas de material de construção. Outros setores também terão suas atividades liberadas, mas o prefeito ainda não anunciou quais serão beneficiadas.

Neves disse que esta flexibilização, é o início do projeto de “nova normalidade” que a população viverá até pelo menos dezembro, quando poderá existir uma vacina . Até lá, segundo o prefeito teremos que conviver com as barreias sanitárias, utilização de máscaras e novos hábitos de higiene.

O plano detalhado de abertura gradual será apresentado amanhã. A TRIBUNA apurou que o projeto prevê a reabertura econômica do município por meio de segmentação regional. A abertura do comércio será determinada levando em consideração o comportamento das galerias e dos pequenos centros comerciais, como o Shopping Cancun Center, Hot Center Shopping e o Multicenter, na Região Oceânica, os comércios da Moreira César, em Icaraí e os do Centro, na Rua da Conceição. Estes deverão ser os primeiros a voltarem ao funcionamento, para depois de sete dias, ser a vez do Plaza Shopping.

O estudo está sendo feito pelo Inova Juntos – hub de inovação em gestão pública criado pela Comunitas, que iniciou o planejamento no Estado do Rio Grande do Sul, levando em consideração o número de casos confirmados e a capacidade do sistema de saúde.

Os comerciantes já disseram que não haverá uma generalização para o funcionamento de todos, mas admitem uma urgência na abertura que deve chegar dentro de um consenso entre a melhor adaptação do pacote de regras do projeto, que foi desenvolvido com apoio da Comunitas, levando em consideração um relatório, incluindo as pessoas que causam movimentos nas ruas e nos supermercados. Eles também já estão com tudo preparado para um segundo ciclo da pandemia devido a desigualdade social e desemprego.
Atividades de aglomeração de pessoas em ambiente fechado, como teatro e cinema, ainda não tem previsão e deverão ser liberadas mais para a frente. As aula também estarão suspensas até o dia 30 de junho.

Em Niterói, o grupo que se reúne para dar os últimos retoques no plano de retomada é formado pelo secretário de Administração e presidente da Câmara Dirigentes Lojistas (CDL-Niterói), Luiz Vieira, o presidente do Conselho da FIRJAN Leste Fluminense, Luiz Césio Caetano, Joaquim Andrade Neto, Pablo Villarim, futuro secretário de Fazenda e Axel Grael, secretário de Planejamento.

O vice-presidente da Federação das CDLs, Fabiano Gonçalves disse que hoje o comércio já admite uma queda de 10% nas vendas. “Não adianta a gente ficar lamentando e olhando para trás. O pior já passou estamos prestes a vencer esta guerra e agora é focar no pouco tempo em que resta o isolamento social para acomodar bem a volta do comércio com as vidas salvas”, disse Fabiano.

One thought on “

  • 16 de maio de 2020 em 07:16
    Permalink

    Ótima notícia para o povo niteroiense, bom para a população, bom para todos. No entanto, não vejo mérito em dá tanto ênfase dizendo que a “empresa conunitas” fez um estudo para normalidade do caos instaurado pelo vírus. Existe pessoas trabalhando nesses projetos dedicadas à ajudar a toda coletividade independentemente de partido político. Existe vidas humanas em jogo e o interesse nesse momento é a cooperação de todos para o bem de toda humanidade, basta dessa hipocrisia política de partido, esse é o pior de todos os virus da humanidade.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − nove =