Intervenções na Praia do Sossego entram na reta final


A Praia do Sossego, na Região Oceânica da cidade, está recebendo intervenções para se adequar e entrar no padrão do certificado Bandeira Azul. As obras entraram na reta final e na manhã de hoje (5), o prefeito Axel Grael fez uma visita técnica no local. Ele lembrou que a praia já foi classificada pelo júri nacional para receber o reconhecimento internacional de sustentabilidade. Em setembro, o júri internacional se reúne para decidir os selecionados para receber a bandeira.

O prefeito Axel Grael pontuou que a candidatura da Praia do Sossego para o certificado é sinalização de que uma das mais belas áreas de Niterói também tem gestão ambiental e está apta a receber o selo dentre as melhores do Brasil.

“Nós fizemos intervenções muito importantes na Praia do Sossego não só para adequar o local às exigências da Bandeira Azul, mas também para garantir que ela siga preservada e possa ser usufruída por todos. As características de Niterói e os investimentos que fizemos nos credenciam para concorrer a esse reconhecimento”, defendeu.

Foto: Douglas Macedo

Entre as intervenções já realizadas estão uma escada de pedra para acesso à praia com guarda-corpo e áreas de descanso, mirantes de contemplação acessível a cadeirantes e sistema de infraestrutura verde com jardins de chuva como forma de manejo de águas pluviais. Também já foi concluída a construção do pórtico de entrada em madeira, colocação de lixeiras, sinalização para educação ambiental e paraciclos, contêiner com posto destacado para a Guarda Ambiental, banheiro acessível, lava-pé e chuveirão.

O secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade, Rafael Robertson, explicou que nesta reta final de intervenções, o local vai passar por paisagismo e restauração ecológica com espécies de restinga e do bioma local.

“Vamos fazer o plantio de aproximadamente um hectare de restauração ecológica com espécies de restinga e Mata Atlântica, além de fazer o paisagismo do entorno. Também vamos fazer a instalação de placas educativas sobre o bioma local. Queremos tornar a praia melhor para os turistas e niteroienses, além de mantê-la mais preservada e organizada para as atuais e futuras gerações”, detalhou.

Foto: Douglas Macedo

Restauração da restinga de Camboinhas – Durante a visita técnica, o prefeito ainda esteve na restinga de Camboinhas, que foi escolhida para a retomada do projeto de Restauração Ecológica e Inclusão Social, interrompido no ano passado em função da pandemia. Desde março, voluntários trabalham no local, usando conceitos de economia circular.

Antes de iniciar o plantio de novas mudas, o grupo retirou cerca de 20 toneladas de leucenas, uma espécie de planta exótica invasora. Toda esta quantidade de plantas, que iria para descarte, foi triturada e transformada em adubo usado no plantio das mudas utilizadas na restauração ecológica. O cacto do gênero Opuntia, também invasor, está sendo utilizado como barreira física para fechar a área e proteger a vegetação dos quadriciclos que costumavam circular pelo local.

O programa Bandeira Azul, credenciado pelas Organizações das Nações Unidas (ONU) e Unesco, é a maior premiação global dedicada à certificação da gestão de praias, marinas e embarcações de turismo que possuam um elevado grau de gestão ambiental e preservação do ecossistema como um todo, incluindo marítimo e da Mata Atlântica que esteja no entorno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 13 =