Insumos para produção da vacina de Oxford chegam ao Rio

Já estão no Rio de Janeiro os insumos importados da China para a produção da vacina de Oxford/Astrazeneca, que será feita no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Cerca de 90 litros do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) desembarcaram na noite de hoje (6), no Aeroporto Internacional do Galeão.

O IFA saiu de Xangai, na quinta-feira (4) às 20h35m, horário de Brasília. O lote precisa ser armazenado a – 55ºC e tem capacidade para produzir 2,8 milhões de doses do imunizante. A chegada do insumo foi acompanhada por membros da Fiocruz e Ministério da Saúde, com apoio da Polícia Federal (PF).

Ainda que sejam necessários ajustes no início do cronograma de produção inicialmente pactuado, a Fiocruz vai escalonar sua produção ao longo dos primeiros meses para manter a meta de 100,4 milhões de doses até julho deste ano. Em fevereiro e no início de março, o envase contará com uma linha em operação, com capacidade para 700 mil doses por dia.

Segundo a Fiocruz, a partir do recebimento do IFA, as amostras do lote, enviadas com a carga, serão encaminhadas para controle de qualidade. Após a liberação dos resultados, na quarta-feira (10), será iniciado o descongelamento desse ingrediente, possibilitando assim a formulação do lote de pré-validação na sexta-feira (12), programado para garantir que o processo esteja totalmente adequado para a produção da vacina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 2 =