Instituto Vital Brazil pode se tornar polo produtor de vacina


O Instituto Vital Brazil firmou parceria com a multinacional indiana Zydus Cadila, e esse acordo pode transformar o instituto em um polo produtor de vacinas. Tudo depende da autorização do Ministério da Saúde para que o Instituto garanta o fornecimento a todo o país da ZYCOV-D, vacina que resiste em temperatura ambiente sem necessidade de refrigeradores para o transporte e o armazenamento, e pode ser atualizada contra novas cepas.

O contrato de encomenda tecnológica com o Ministério da Saúde, por meio do qual as primeiras cinco milhões de doses seriam entregues já em abril, está em fase final de negociação. O Instituto Vital Brazil espera que a assinatura ocorra nos próximos dias, o que garantiria a entrega das doses e construção da nova fábrica de imunizantes.

O acordo prevê o fornecimento ao Brasil de 100 milhões de doses nos próximos 12 meses e a transferência de tecnologia, formação de pessoal técnico e construção de uma fábrica de padrão internacional para a produção de imunizantes. Novas oportunidades de emprego serão criadas sem onerar os cofres públicos. Será uma planta moderna, com capacidade de produção de aproximadamente de 500 milhões de doses anuais. E financiada pela venda da ZYCOV-D no Brasil.




One thought on “Instituto Vital Brazil pode se tornar polo produtor de vacina

  • 15 de março de 2021 em 12:03
    Permalink

    COMO FOI DITO NO ANÚNCIO DA VITAL BRAZIL NO RIO DE JANEIRO, CONSTRUÇÃO DE UMA NOVA FABRICA DE IMUNIZANTES. E ESTÁ DIZENDO EM FORMAÇÃO DE PESSOAL TÉCNICO, EU CANDIDATO-ME.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − sete =