Instituto de Segurança Pública confirma redução da criminalidade em Niterói no mês de maio

Os mais recentes dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), referentes ao mês de maio, divulgados na tarde de segunda-feira (22), confirmaram a redução dos níveis de violência em Niterói, o que já vinha ocorrendo há vários meses pela integração das forças de segurança na cidade, e também devido as medidas de isolamento de combate ao coronavírus.

Segundo o ISP, “Desde o dia 13 de março, o Estado do Rio de Janeiro tem adotado medidas restritivas para prevenir e combater a propagação da pandemia do novo coronavírus. Neste período, os registros de ocorrência dos crimes sofreram impacto nos meses de março, abril e maio. Os indicadores podem apresentar queda por causa do distanciamento social, que ajudou na redução da criminalidade, e da diminuição dos registros das ocorrências”.

No mês de maio desse ano, o número de homicídios dolosos (com intenção de matar), confirmou a uma representativa queda de 12 registros, com 10 ocorrências na comparação com 22 do mesmo período do ano passado. De janeiro a maio de 2020 foram 39 registros, e 71 no mesmo período de 2019 (redução de 32 casos). Os crimes de latrocínio na comparação entre os meses de maio (2019 e 2020) se mantiveram em zero. De janeiro a maio de 2020 (1 registros) e em 2019 (2).

As ocorrências de roubos de carga apresentaram queda, de 11 registros, em maio de 2019, para 2, no mês passado, e no acumulado de janeiro a maio de 2020, a queda foi de 38,3% na comparação com 2019 (respectivamente 58 e 94). Os níveis de roubos de veículos também se mantiveram em queda, de 150 em maio de 2019 para 45 em 2020, redução de 105 registros. Na soma entre os meses de janeiro a maio, a redução foi de 67,4%, com 886 registros em 2019 e 289 em 2020.

Outra importante redução confirmada em Niterói, foi relativa ao chamado roubo de rua (soma de roubos a transeuntes, roubo de aparelhos celulares, e roubo de coletivos). Foram 106 registros em maio de 2020 contra 395 no mesmo período do ano passado. De janeiro a maio foram registrados 989 em 2020 contra 1.992 no ano passado, ou seja, uma substancial redução.    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × quatro =